Arquivos do Blog

Meme Gamer: O Que Você Jogou em 2017? [7ª Edição]

Quando chega o momento do Meme Gamer fico ansioso para ver as listas de jogos. A curiosidade bate em vários pontos: quem vai participar, o que jogaram, se alguém que participou lá atrás nas primeiras edições vai voltar, são várias coisas que passam pela cabeça.

O que venho notado desde 2015 é que, esse momento de relembrar os jogos que curtimos durante o ano tem feito algumas pessoas sentirem vontade de voltar a montar e cuidar do seu conteúdo novamente. Já aconteceram situações em edições anteriores de autores que deram aquela pausa indeterminada e ao saberem do Meme, retomaram as atividades, e com certeza isso é muito legal de ver.

E aí entra o motivo da capa da 7ª Edição, uma árvore sendo nutrida pelo joystick de Atari. Cada galho é um endereço de um blog ou de um canal, notem que nos galhos vemos um único passarinho, em outros vemos vários, e é mais ou menos como funciona nos Blogs e Canais onde alguns são administrados por uma pessoa e outros por uma equipe, todos cuidando dos seus próprios assuntos. No fim, tudo leva a um ponto de encontro, os jogos de videogame.

Começa agora a participação do Blog MarvoxBrasil na 7ª Edição do Meme Gamer com O Que Joguei em 2017, e quero já deixar o meu agradecimento a todos os participantes – Muito Obrigado mesmo!

Na lista a seguir, confiram os jogos que marcaram as minhas jogatinas durante o ano que passou, todos foram aproveitados e terminados no PC. Alguns dos títulos listados ganharam uma pauta maior nas análises aqui do blog, e por conta disso, as informações estão bem resumidas.

[Tempo de leitura: 16 minutos]

Leia o resto deste post

Anúncios

Ed.Nº 106 – Digite Doom e aperte Enter

MVX104Flintstones-001Faaala gamers do Brasil! Neste momento, vamos viajar por meio de teleportes rumo às entranhas do jogo Doom. Neste especial iremos relembrar a caminhada desta franquia que espalha fãs pelo mundo todo e que fora criada por um grupo de jovens que na época tinham apenas 20 anos, recém-saídos da faculdade e com muita vontade de fazer acontecer.

Começaram como um pequeno grupo através da SoftDisk, não demorou muito para aparecer a oportunidade de abrir a id Software. Chegaram a oferecer trabalho até para a Nintendo para tentar trazer a franquia Mario Bros para o PC, e mesmo com o pedido negado, resultou na criação de Commander Keen. Receberam ajuda da Apogee/3D Realms para publicar Wolfenstein 3D, até que finalmente encontraram o título que faltava para se tornar uma softhouse de referência na criação de jogos.

Acompanhe a edição 106 para conhecer vários detalhes curiosos de modo a compreender a cronologia do enredo e um resumo sobre os Mods e a comunidade que faz parte do jogo. Durante o texto, cada passagem é ilustrada com imagens, que vocês podem clicar sobre elas para ver tudo mais de perto. Vamos apertar Enter porque Doom vai começar!

Capa106MVXBR

Leia o resto deste post

Ed.Nº 57 – MeMe: Como Eu Virei Fã De…

O ano é 1994, eu tinha acabado de mudar de bairro e meu pai decidiu comprar um computador.

Eu já tinha um MSX Expert em casa e já sabia o que era computador, só não sabia o que era MS-DOS.

O PC que tínhamos em casa era um 486-DX2 66Mhz, com Windows 3.11. E naquela época eu via meus amigos falar de um jogo chamado DOOM. Mas poxa que diabos é esse DOOM?

E o pessoal dizia que o jogo já vinha instalado no computador, que dava medo e tudo mais.

Sim, antigamente ao comprar um computador, o técnico perguntava se o cliente gostaria de ter alguns jogos instalados, e no fim a pessoa saía da loja com um computador novo e mais alguns joguinhos dentro. Alguns deles eram completos, outros demonstrações chamados de “Shareware”. Tudo fazia parte do trabalho na época.

Leia o resto deste post

Ed.Nº 39 – Tributo ao F.P.S – Parte 1: BadToys 3D

EDITORIAL

No final de semana passado, eu estava sem absolutamente nada para fazer e foi aí que eu decidi mexer em algumas relíquias que eu tenho guardada há 7 chaves. Foi aí que mexendo, revirando e encontrando algumas coisas, me surgiu uma idéia. Montei uma pasta e nomeei como: 486DX2-66MHZ. Em tributo ao meu primeiro PC, e para completar a brincadeira, instalei todos os meus jogos do gênero FPS lançados entre 1992-1999. E decidi fazer uma coisa. Mostrar as maiores influências que fizeram o FPS ganhar cada vez mais força de continuar sendo um dos gêneros mais aclamados dos jogos de PC.

Começa agora o TRIBUTO AO F.P.S – PARTE 1.

Obaaaa, primeira parte do Tributo ao F.P.S. Esse gênero maravilhoso, que querendo ou não, faz sucesso nos PCs. Desde o tataravô dos FPS, ao ícone de maior influência para o FPS atual dand seguimento assim aos gráficos realistas que vemos hoje em dia. Maaaas, não faremos nada seguidinho não. Vamos fazer tudo em ordem crescente, decrescente, ao contrário, meu, vai ser uma bagunça das mais maravilhosas possíveis. O importante é falarmos de jogos entre 1992 a 1999 e falo para você. Tem coisa que você não vai acreditar. Então vamos começar o primeiro Tributo ao F.P.S.

F.P.S.Mundialmente conhecido como First Player Shooter. No Brasil é traduzido como Jogo de Tiro em Primeira Pessoa. Com isso concluímos que todo jogo em que você não enxerga o personagem, e na tela só aparece a arma, Far Cry, Crysis, DOOM, enfim, todos os games que na tela só aparece os braços e as armas, este é um jogo de F.P.S, ou Tiro em Primeira Pessoa ou só Primeira Pessoa. E este gênero que estamos falando, pode ter enredo ou não. No caso de Half-Life por exemplo, existe um enredo, uma história envolvendo o personagem. É uma espécie de filme-jogável. No caso de Counter-Striker, não tem enredo, porque é um F.P.S. para ser jogado na forma de guerrilha, tropa contra tropa, uns contra os outros, tudo isso claro pela internet.

Hoje eu vou falar de… Bad Toys 3D.

Ficha Técnica:
Título – Bad Toys 3D
Desenvolvedor e Distribuidor – Tibo Software
Ano do Jogo: 1995
Estilo: DOOM em desenho animado, misturado com brinquedo assassino.
Curiosidade: O jogo foi criado pela Tibo Software, uma desenvolvedora de games da República Tcheca. Hoje a Tibo ainda ganha com a venda do jogo Bad Toys 3D, onde na compra você leva uma camiseta oficial do game. Tudo por 9,95 dólares.
Versão jogada: Completo
Nº de Fases – Na versão demo são apenas 3 fases. Na versão completa são 25 fases. O jogo é direto e não tem divisão por episódios.

Leia o resto deste post

Ed.Nº 28 – Apresentamos Rage, dos criadores da franquia DOOM

EDITORIAL

Dizem por aí: Tudo o que é bom, dura pouco. No caso das softhouses, não esperar o momento certo para lançar um novo título pode causar um belo vermelho no bolso. Digo isso porque, na premiação VideoGame Awards 2009, durante o evento que elegeu os melhores games lançados durante o ano de 2009, foi justamente isso o que aconteceu.

Houveram games que para muitos que acompanham as notícias da indústria gamística, deveria ter ficado no primeiro lugar, e outros games que, nem foram tão apreciados, mas, tiveram o seu momento de glória. Uncharted 2 foi realmente o arrasa-quarteirão de 2009, ao contrário de Assassin’s Creed II e Batman Arkum Asylum que foram considerados iguais em todos os aspectos e tiveram a mesma porcentagem de satisfação.

Mais um ponto de atenção, Killzone 2, New Super Mario Bros. Wii e Resident Evil 5, caíram na mesma posição de satisfação 4%, e sabemos que são títulos de videogames muito distintos. Para borbulhar nossos corações, em 2010 veremos grandes lançamentos esperados e muito prometidos e tomara, todos sejam finalmente lançados.

Acompanhem a Edição 28 do Blog MarvoxBrasil e veja o que selecionamos exclusivamente para você internauta, e até a próxima edição!

Destaque desta edição:

– Entrevista espetacular com Tim Willits que contará tudo sobre Rage, a próxima obra-prima da id Software.

  • Acompanhe nossas matérias e comente! Participe da nossa enquete!

Marvox

Leia o resto deste post

%d blogueiros gostam disto: