11 de setembro nos VideoGames

EspecialO acidente do 11 de setembro causou a morte de 2.996 pessoas, além de ferir outras 6.000. O prejuízo que o acidente causou no local onde estavam as Torres Gêmeas, entre mortes e feridos e mais reparos em todo o quarteirão chega a US$ 3 trilhões de dólares.

Após o acontecimento desta fatídica data do ano de 2001, diversos produtos da mídia indo de músicas, filmes para o cinema, para a televisão, as séries, e até os games, todos os meios de entretenimento sofreram mudanças de última hora. E isso também afetou tudo aquilo que você um dia já assistiu, jogou ou iria jogar. Filmes que estavam a um passo de estrear no cinema e que buscavam trazer algum conteúdo que envolvesse Nova Iorque passaram por cancelamentos ou alterações.

Como no caso do filme Nosebleed com Jackie Chan, que foi totalmente cancelado. Efeito Colateral com Arnold Schwarzenegger, estava programado para o final de 2001, e devido a história precisou ser adiado até Fevereiro de 2002. Outro caso de conteúdo modificado após o 11 de Setembro é encontrado em diversos filmes que vieram antes de 2001 e alguns mais antigos que ainda passam na TV, por exemplo, Esqueceram de Mim 2 lançado em 1992, que de tempos em tempos é exibido nos domingos da Globo, hoje não é o mesmo que você assistia quando era criança, uma das cenas de Macaulay Culkin precisou ser removida para que o filme continuasse a ser exibido na TV.

Mas o assunto continua sendo sobre VideoGames e você poderá acompanhar na lista alguns jogos que foram alterados e adiados após o acidente no World Trade Center, a maioria pegou início da geração PlayStation 2, Windows XP no PC e o fim do Dreamcast.

MarvoxBrasil 11 de Setembro nos VideoGames

 

Grand Theft Auto III | PlayStation 2

 

O PlayStation 2 tinha feito apenas 1 ano de vida e GTA III estava sendo aguardado como um dos lançamentos mais revolucionários da época, seria também a estreia da Rockstar no novíssimo console da Sony.

A história se passa em Nova Iorque. Nos carros de polícia teria escrito “NYPD” e ficou escrito “LCPD”. Dando a entender que o jogo se passaria em Los Angeles. No fim a cidade ficou completamente fictícia e deram o nome de Liberty City.

As conversas ouvidas pelo rádio da polícia, várias faixas de áudio foram removidas. E para não atrasar ainda mais o lançamento, a Rockstar decidiu reutilizar as mesmas faixas de áudio do GTA 1 de 1998.

Haveria uma missão com atitude terrorista que foi removida. O jogo praticamente não tem tantos aviões sobrevoando a cidade, e quando conseguimos enxergar algum, eles estão sempre voando longe dos prédios. O terceiro jogo da franquia Grand Theft Auto foi lançado só em outubro de 2001.

 

Metal Gear Solid 2: Sons of Liberty | PlayStation 2

 

Seria lançado 8 meses após a chegada do PlayStation 2, precisou ser adiado para novembro de 2001.

A produção liderada por Kojima precisou alterar o foco da história que aconteceria em Nova York e também envolveriam terroristas.

Um MGS 2, Haveria uma cena onde seria possível destruir a Estátua da Liberdade, e muitas localidades do Centro Financeiro de Manhattan foram apagadas.

O vídeo com cenas em live-action que anunciou a vinda do jogo na época exibia Torres Gêmeas e acabou virando relíquia.

 

 

Microsoft Flight Simulator 2002 | PC

 

Nos computadores, os jogos de PC também sofreram alterações devido o acontecimento.

Na época que o famoso Flight Simulator estava em alta, a versão 2002 traria um ambiente mais realista, a Microsoft precisou remover o efeito de explosão dos aviões quando os mesmos entravam em contato com os prédios. Além de minimizar outros efeitos que só foi possível após a chegada do Windows XP.

Tempos depois, uma desenvolvedora Third-Partie criou um mod onde é possível habilitar os efeitos de explosão que haviam sido retirados.

 

Command & Conquer: Red Alert 2 – Yuri’s Revenge | PC

 

Um dos jogos de estratégia em tempo real (RTS) mais famosos que já existiu no PC também foi alvo dessas mudanças, por sorte isso não aconteceu no enredo principal, mas na Expansão (DLC) Yuri’s Revenge lançado em outubro de 2001.

A arte da caixa mostraria o céu de Nova Iorque com as Torres Gêmeas em chamas e fumaça encobrindo os prédios, a arte precisou ser repensada e a desenvolvedora decidiu colocar um rosto humano, assim como foi na capa da história principal.

Mesmo assim, uma missão onde os jogadores poderiam destruir o Pentágono e também causar estragos nas proximidades das Torres Gêmeas permaneceu na Campanha. Mas, uma das missões que receberia o nome Operation: Big Apple, precisou ser removida para o lançamento.

 

Propeller Arena | Dreamcast

 

No ambiente Segamaníaco do Dreamcast, a Sega AM2 estava prestes a lançar em 2001 um jogo de Ação chamado Propeller Arena, que traria combates aéreos aos moldes do clássico After Burner em um ambiente todo urbano cheio de casas, prédios e muitos arranha-céus como obstáculos pelo horizonte, com modo Single-Player e Multiplayer.

O responsável pela produção era o próprio Yu Suzuki, ele que trouxe para a Sega a visão em 3ª pessoa ou Pseudo-3D para jogos de Corrida e Naves, e que se tornou um sucesso com a vinda de Hang-On, Out Run, After Burner, e o poligonal 3D Virtua Racing. Tudo ideia dele.

Imaginem só um jogo estilo After Burner onde você podia caçar seus amigos pelo céu, desviando de prédios e tudo mais, e ainda teria conexão com a Internet. Propeller Arena foi fatalmente cancelado, e só restaram a trilha sonora que são todas músicas punk-rock no estilo anos 2000, nada de apenas instrumental, todas eram cantadas. Era para quebrar tudo mesmo, lindo demais!

Depois de uns anos, a Sega tinha visto que o cancelamento de Propeller Arena foi uma perda muito triste para o Dreamcast e tentando não deixar todo o trabalho em vão, algumas músicas foram remixadas e inseridas em 2006 no jogo Virtua Tennis 3.

Você pode ouvir as músicas originais. Sintam a qualidade do som das 12 faixas do álbum!

 

Mobile Suit Gundam: Journey to Jaburo | PlayStation 2

 

Mobile Suit Gundam ou apenas Gundam, para ficar mais fácil, foi uma série do gênero mecha muito famosa no Japão e exibida na TV japonesa entre 1979 a 1981. Infelizmente a série nunca foi exibida por aqui no Brasil.

O PlayStation 2 por ser um console japonês, muitos jogos da cultura do país foram lançados especificamente no Japão, mas este por decisão da Bandai receberia uma versão americana.

Gundam foi lançado em Dezembro de 2000 no Japão e chegaria nos Estados Unidos em 2001 mas foi adiado, já que uma das cenas da abertura mostraria uma colônia de invasores aterrissando em Nova Iorque.

 

Shinobi | PlayStation 2

 

Após um hiato de 7 anos, desde Shinobi Legions no Sega Saturn, o nosso querido Shinobi estrearia um jogo totalmente novo no PS2.

Em uma das cenas do jogo, Hotsuma (personagem principal) saltaria de um helicóptero e, com a ajuda da espada rasgaria a parede de um arranha-céu para conseguir descer até o chão sem se machucar, algo semelhante com o que vimos depois em Prince of Persia: Sands of Time da Ubisoft, quando o personagem fincava a espada nos tapetes da parede para descer devagar.

No caso de Shinobi do PS2, a Sega precisou remover essa cena do ninja saltando do helicóptero para que o jogo pudesse ser lançado.

 

Syphon Filter 3 | PlayStation 1

 

Essa não seria a verdadeira capa de Syphon Filter 3 mostrando o protagonista Gabe Logan fazendo cara de “quem tomou a última cerveja” enquanto a parceira Lian aparece com cara de “você não pagou a conta de luz”.

A ideia original da desenvolvedora SIE Bend Studio era colocar Gabe Logan em um ângulo da foto com uma arma apontada para a câmera, enquanto fazia uma expressão de raiva e concentração, como se ele estivesse apontando para você que comprou o jogo.

A imagem seria repartida, de um lado Gabe Logan e do outro Lian e haveria no fundo uma bandeira dos Estados Unidos. No fim a arte da capa foi inteiramente refeita.

 

Spider-Man 2: Enter Electro | PlayStation 1

 

E a história mais famosa desse acontecimento, reportada na época pelas revistas Ação Games e SuperGamePower aqui no Brasil.

Originalmente haveria um enorme confronto entre o Homem-Aranha e o Electro no alto do World Trade Center, este seria o combate final. Com o desastre em Nova Iorque, o jogo que se passa na mesma cidade, a fase final precisou ser alterada e a última batalha acontece no topo de um prédio qualquer.

Vale lembrar também o jogo Spider-Man: The Movie, assim como o próprio filme, tiveram cenas nas Torres Gêmeas que foram removidas.

 

Deus Ex | PC

 

A mega produção de Warren Spector, Ion Storm e Eidos, por muita sorte não precisou ser alterada anos depois do lançamento.

Na primeira aventura uma das localidades é Liberty Island, e no fundo do cenário é possível enxergar Manhattan, mas não existe as Torres Gêmeas, sendo que o jogo foi lançado em 2000.

Isso aconteceu porque durante a produção do jogo, os gastos com o desenvolvimento já estavam no limite do vermelho, então simplesmente descartaram a construção do modelo 3D do World Trade Center que estaria no jogo.

 

Bonus Stage

Quatro anos depois do desastre em Nova Iorque, a indústria dos games foi bruscamente perseguida sob qualquer coisa que mexesse com a situação, seja em games ou filmes corria o risco de ter a produção cancelada ou o conteúdo em si precisaria ser modificado. Em 2005, a Quantic Dreams estava para lançar um novo jogo no PlayStation 2 e também no Xbox original. Esse jogo é o Fahrenheit, nome original.

Quando Sony e Microsoft viram o nome, ficaram com receio das pessoas pensarem que o nome teria ligação com o documentário de Michael Moore “Fahrenheit 11-09-2001”, naquela época esse documentário ainda estava sendo muito comentado em revistas e jornais.

Ambas fabricantes, Sony e Microsoft sugeriram para a Quantic Dreams alterar o título do jogo para evitar problemas. E assim o jogo ficou conhecido como Indigo Prophecy.

Em 2015 este jogo foi remasterizado e apareceu nas lojas digitais os dois nomes de uma só vez – Fahrenheit: Indigo Prophecy Remastered.

No Blog MarvoxBrasil tem análise da versão remasterizada, aqui.

 

Com tudo isso, podemos ver de forma mais ampla que os acontecimentos de 11 de Setembro causaram mudanças no conteúdo dos VideoGames. Isso é o que podemos encontrar por aí pela web ao pesquisar, imagina quanta coisa que estaria programada, ideias e produções que foram alteradas, canceladas e trancafiadas em limbos das desenvolvedoras.

Agora, o que continua sendo um mistério é a mensagem subliminar encontrada no programa de texto Word, coisas de pós 11 de setembro.

 

A mensagem da Wing Dings

Não sei se você lembra disso, mas ao colocar os caractéres – Q33 NYC – onde “Q33” seria Quadra/Quarteirão do local onde estavam localizadas as Torres Gêmeas e “NYC” abreviação de New York City. Ao destacar todos os caractéres e alterar a fonte para Wingdings, o Word exibe exatamente a sequência de símbolos que vemos abaixo.

E você, o que lembra dessa época? O que você estava fazendo no dia 11 de setembro de 2001? Você pode comentar e contar alguma história com games que você lembre e não foi escrito aqui.

Sobre Marvox

Formado em Comunicação Social: Propaganda e Marketing, fundador e autor do Blog MarvoxBrasil. Criador da série Start Again no Youtube. Desde 2015 faz parte da equipe do Canal Jornada Gamer. Minha maior paixão, saber que consigo ajudar pessoas a terminar mais jogos. Essa conquista não tem preço!

Publicado em 12 de setembro de 2016, em Atualizações do Site, Especiais e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 5 Comentários.

  1. E ai Marvox beleza kra belo post esse hein faz um bom tempo que não acessava seu site acabei descobrindo ele de novo através do Gagá Games nesse dia que ocorreu o fato incidente das torres eu estava voltando do curso qundo vi na tv foi um dia muito marcantes para o pais inteiro.

    Curtido por 2 pessoas

  2. Opa, então você já tinha ouvido falar do Q33 hehe, gosto dessas curiosidades. Fico contente que tenha gostado do Post, quando surgir outro momento vou buscar fazer mais.

    Curtido por 1 pessoa

  3. Valeu Ulisses, muito obrigado pelo elogio e por seu comentário cara. Acho interessante essas curiosidades, penso na mesma linha do seu pensamento.

    Curtido por 1 pessoa

  4. Caramba, eu não lembrava mais do Q33 NYC no Word.
    Curioso que no fatídico dia 11/09 do incidente eu não tenho nenhuma história ligada à games, mas tinha acabado de sair de uma aula onde o professor falava sobre o fim do mundo por causa de guerras e etc. Nem preciso falar o que imaginei na hora, né? kkkk
    Muito boa a lista, não conheço nenhuma outra referência, mal conhecia todas essas que foram listadas aqui.
    Post sensacional!

    Curtido por 2 pessoas

  5. Ótimo texto Marvox. Não sabia dessas modificações nos games… no cinema e TV eu até vi alguma coisa mas nos games eu não tinha lida nada a respeito.
    É claro que isso é compreensível mas por outro lado empobrece o videogame e de certa forma fortalece os atos terroristas, já que estes atos querem é isso mesmo, modificar suas ações e provocar medo nas pessoas. Nova Iorque é a cidade padrão dos videogames. Uma quantidade incrível de jogos se passa por lá, e quase sempre, principalmente nos games antigos, a cidade está em pedaços, seja por uma pós guerra nuclear ou uma invasão de terroristas generalizada. É por este mesmo motivo que vejo estas modificações que você apontou como algo negativo, mesmo que eu entenda perfeitamente que no calor da época não era de bom tom fazer jogos com referências diretas ao tema. Mas com o passar do tempo devemos seguir em frente e fazer o que deve ser feito, evitando o medo e a auto censura.

    Curtido por 1 pessoa

Para comentar não é preciso se identificar. Mas, se quiser, pode comentar utilizando seu login do Facebook, Twitter, G+ ou Wordpress. Grande abraço!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: