Ed.Nº 128 – Tom Clancy’s The Division (2016) [Beta]

PreviewMVXFala gamers do Brasil! A edição 128 traz uma prévia do novo jogo Tom Clancy’s The Division, desenvolvido pela Ubisoft Massive e publicado pela Ubisoft. O título já está disponível para PC, PS4 e Xbox One.

O Blog MarvoxBrasil participou do Beta que aconteceu entre os dias 19 a 21 de fevereiro onde foi possível testar o jogo no PC através do Uplay. Acompanhem o nosso primeiro Preview do ano com…

mvxed128TCD

A série de jogos que carregam o nome do escritor Tom Clancy é dividida em 5 subprodutos: Rainbow Six, Ghost Recon, Splinter Cell, EndWar, H.A.W.X e os títulos de primeira linha que são relacionados com as histórias dos livros do autor, algo que começou com A Caçada ao Outubro Vermelho, de 1987, recomendo a versão do NES, e que havia dado uma pausa depois do The Sum of All Fears, de 2002, que saiu para o PC e Nintendo GameCube.

The Division entra como o novo título dessa linha histórica principal, não sendo ligado a nenhuma série e que poderá chamar a atenção de quem costuma jogar Rainbow Six devido a existência de táticas estratégicas de combate, enquanto oferece algo novo para quem tem o costume de jogar Ghost Recon e Splinter Cell.

Temos um Shooter Third-Person, com Action-RPG em mundo aberto, ambiente online onde tudo acontece na Manhattan contemporânea. Jogadores poderão buscar respostas da maneira que achar melhor, seja sozinho ou com a ajuda de outros jogadores ao formar tropas de resgate e patrulhamento que recebe o nome do próprio título, The Division.

Desta vez temos o trabalho do estúdio Ubisoft Massive que no passado foi conhecido como Massive Entertainment e que possui um histórico voltado para jogos do gênero Tático em tempo real, com dois títulos de peso exclusivos para o PC, Ground Control e World in Conflict. O mais interessante é The Division conta com o compositor que trabalhou com Ground Control.

Atenção! A partir da linha abaixo inicia-se o Preview, nele é apresentado o jogo, com um leve parecer sobre o que foi visto e experimentado durante a sessão Beta, podendo ocorrer alterações no produto final lançado hoje (8/3).

 

O que rolou no Beta?

Para o Beta foram 26 gigas e que renderam 8 horas de jogo, todos começavam já no Level 4 de Experiência e livremente podiam trafegar pela cidade em uma “pequena” área demarcada com 2 Missões Principais que exploravam o enredo, e uma dúzia de Side Missions. Então, tínhamos à disposição os distritos: Chelsea, Hudson Yards, Camp Hudson e Pennsylvania Plaza. Para demonstrar a área propícia para PvPs, também podíamos conhecer a Dark Zone.

As 8 horas foi o tempo para completar o número de side missions disponíveis, as duas missões principais, e para finalizar, fiz algumas visitas na Dark Zone para ver como funcionava e no fim, foi possível chegar ao Level 8.

TCD014

O enredo fala sobre um momento de calamidade pública onde um vírus é espalhado em pleno período de Black Friday, onde todos saem de suas casas para gastar e fazer compras para o Natal, a cidade está toda enfeitada, porém, o momento em si não é de comemoração, caberá aos jogadores descobrir quem ou o que causou todo esse transtorno na cidade.

O jogo foca na cidade de Manhattan, com 16 distritos para ser explorados, porém, cada bairro possui um nível de experiência para que o jogador consiga entrar/passar por eles, caso não tenha o nível adequado, simplesmente o jogador não consegue entrar, o que chega a não ser um problema devido a quantidade de missões e side missions que o jogador encontrará pelo caminho.

Missões

Deixando de lado aquela ideia de “uma só missão principal”, as missões são divididas em 3 categorias:
– Medical: para desbloquear gadgets médicos;
– Tech: para desbloquear gadgets eletrônicos;
– Security: para desbloquear gadgets de patrulhamento.

Diferente da maioria de jogos que seguem essa mecânica, as side missions conseguem ser muito reveladoras e curiosas, podendo fazer o jogador incorporar o investigador criminal, seguindo pistas e rastros para saber o paradeiro de pessoas (muitas delas desaparecidas), ainda mais se, em algum momento chegou a acompanhar séries como Desaparecidos, Cold Case e até Bones, este jogo pode vir a trazer uma certa mudança no pensamento de “side missions são realmente importantes?”

Tudo no jogo pode gerar mais ou menos pontos de XP o que acaba sendo super necessário, principalmente para conseguir caminhar por toda a cidade. O que geram pontos, por exemplo:
– Ajudar pessoas nas ruas com doação de mantimentos, comida, água ou medkits;
– Impedir tentativas de homicídio ou sequestro relâmpago;
– Ajudar tropas de policiais a eliminar grupos que estão tocando o terror.

TCD006

E o caminho que o jogador percorrerá, poderá se transformar em uma sequência de exploração, podendo encontrar:
– Celulares perdidos;
– Bloco de anotações com informações de oficiais desaparecidos;
– Conteineres com objetos importantes, armas de níveis melhores ou trajes para o seu personagem;
– Apartamentos e casas abertas, é possível abrir geladeira e armários para encontrar mantimentos;
– Gravações perdidas, chamadas aqui de Echos.

Os Echos são rolos de filmes holográficos, ative-os para exibir os últimos acontecimentos daquele local, o jogador em segundos enxergará pessoas em forma de pó e poderá chegar perto dessas pessoas e descobrir quem é quem, podendo iniciar uma investigação. Isso chega a ser muito marcante, porque o jogador ouvirá vozes e conversas para entender o que ocorreu.

Tudo o que for coletado, poderá ser melhor investigado no Lobby de Operações, um local para o jogador encontrar vendedores de utilidades e Mods. Todas as armas são customizáveis podendo acoplar mods que incrementam o manuseio e o poder de ataque.

TCD023

Essa técnica holográfica que vemos acima onde podemos rever o que aconteceu no local, existe algo semelhante no jogo Singularity, lançado em 2010 pela Raven Software para PC, PS3 e Xbox 360.

O que podemos esperar?

Mesmo sendo um jogo com ambiente online focado no multiplayer, é possível curtir tranquilamente como um jogo single-player de ação em terceira-pessoa, sem ficar com receio de “ah não vou comprar isso porque não sou tão ligado em multiplayer”. Aqueles que correram do Rainbow Six Siege, podem vir a encontrar um refúgio em The Division com direito a muitos desafios. Todas as missões presentes no Beta foram divertidas, desafiadoras e traziam aquela sensação de dever cumprido.

Espera-se que a Ubisoft Massive consiga trazer sempre novidades para os jogadores dentro do The Division, então teremos um open-world da Ubisoft que poderá ser aproveitado por muitos anos. Mas isso depende do que o Estúdio planeja para a vida útil do jogo.

Caminhar pela Manhattan em The Division foi, de primeiro momento, uma experiência muito melhor do que a Chicago em Watch Dogs, diga-se de passagem, existe um avanço ambiental, isso devido ao jogo utilizar um motor-gráfico novo chamado SnowDrop, desenvolvido pela Ubisoft Massive, especialmente para o The Division.

Tom Clancy’s The Division esteve em desenvolvimento desde 2012, era para ter saído no ano passado, até a Ubisoft adiar o lançamento. Chegou o dia do jogo mostrar de verdade para o que veio. E durante o Beta, em vários momentos entre um resgate e outro pelas side missions, o jogo me fez lembrar Freedom Fighters, só que novo e cheio de energia.

Veja mais momentos em nossa galeria, com imagens capturadas durante o gameplay no Beta de Tom Clancy’s The Division no PC. A edição Nº 128 fica por aqui, até a próxima!

Sobre Marvox

Formado em Comunicação Social: Propaganda e Marketing, fundador e autor do Blog MarvoxBrasil. Criador da série Start Again no Youtube. Desde 2015 faz parte da equipe do Canal Jornada Gamer. Minha maior paixão, saber que consigo ajudar pessoas a terminar mais jogos. Essa conquista não tem preço!

Publicado em 8 de março de 2016, em PC, Previews, PS4, Xbox One e marcado como , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 2 Comentários.

Para comentar não é preciso se identificar. Mas, se quiser, pode comentar utilizando seu login do Facebook, Twitter, G+ ou Wordpress. Grande abraço!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: