Ed.Nº 105 – Evolve, Closed Beta – PC, 2015

PreviewMVXFaaala gamers do Brasil! Jogamos o novo Evolve através da sessão Closed Beta que trouxe a oportunidade de experimentar, no PC, esta nova aposta que vem aí em Fevereiro. Será que o jogo vale o preço da diversão? É por isso que na edição 105 vamos conferir um resumo do que foi possível ver no primeiro contato com este novo título, e também, quem é a equipe responsável pelo desenvolvimento. E por fim quais foram as primeiras impressões com algumas imagens capturadas durante o gameplay, sem spoilers. O foco é trazer um preview construtivo para aqueles que estão ansiosos terem uma ideia inicial. O jogo estará disponível também para o PS4 e Xbox One. Portanto, novamente sejam bem-vindos ao Blog MarvoxBrasil 2015!

Evolvemvx000

Left 4 Turtle Rock

Não tem como falar de Evolve sem mencionar quem está por trás desta criação, com isso temos a Turtle Rock formada pela equipe dos criadores da duologia Left 4 Dead. A produção do game Evolve começou em 2011, e na época cogitava-se o lançamento através da THQ, que por sua vez fechou as portas em 2013 e logo em seguida, a 2K tomou partido para publicar de vez este lançamento, o motor gráfico escolhido desde o início foi o CryEngine e até aí não tem nem o que reclamar, o visual é lindo, com toda a sua potência em 2015. Também foi possível perceber que os criadores aproveitaram e abusaram dos recursos do motor gráfico, o jogo rodou tranquilamente em 1080p e 60fps com momentos em que a taxa aumentava dependendo da situação. Desde o dia 16 de janeiro a Turtle Rock liberou o Closed Beta para os consoles e o PC, para quem chegou a comprar, independente do quando comprou – Left 4 Dead 1, Left 4 Dead 2, BioShock Infinite ou XCOM – no Steam, Evolve estava disponível para realizar o download e os servidores abriram dia 17 de janeiro às 15h pelo horário de Brasília e terminou no dia 20 de janeiro. No mesmo período o Closed Beta também esteve disponível para o PS4 e o Xbox One. A seguir, confira como a brincadeira desenrolou na versão para o PC.

Closed Beta: A história da caça e do caçador

Evolve acontece em um futuro fictício e coloca os jogadores no controle de um esquadrão que traz diversos estereótipos reconhecíveis e carismáticos, formado por veteranos de guerra, psicopatas, profissionais de caça e, mercenários. Por outro lado, temos as criaturas que vivem no planeta Shear onde desenrola a trama do jogo, como o planeta é uma espécie de “mundo pré-histórico em ascensão”, várias espécies de animais perambulam pelo mapa, a maioria parecem dinossauros que sofreram alguma mutação. O lado humano é dividido em 4 classes: Assault, Medic, Support e Trapper cada classe possui 3 personagens para escolher e cada personagem detém suas próprias habilidades e armamentos muito distintos, não tem o lance de usar uma pistola e um rifle e só muda a cara do personagem. Com a tropa humana formada, temos o 5º jogador que faz o papel do monstro e este possui 3 estágios – o jogador começa com o monstro na fase primária e pelo cenário vai devorando outros animais pelo caminho enquanto faz de tudo para manter-se escondido, nisso forma-se um círculo azul que ao ser completado, o jogador consegue realizar o “Evolve” que garante a mudança para o segundo estágio até o estágio final onde fica mais forte e resistente ao virar um titã por completo. Durante a versão Beta, somente a modalidade Hunt estava disponível.

No começo, o jogo parece mesmo um esconde-esconde em HD porque o jogador enquanto estiver na pele do monstro não vai querer atacar de cara os outros quatro adversários porque sabe que vai apanhar feio. Enquanto isso, o esquadrão busca pistas da localização do monstro através das pegadas deixadas no chão, rastros de destruição de árvores e demais vegetações e o bando de pássaros que batem em retirada pelo céu, o esquadrão ao seguir essas dicas dada pelo cenário, conseguirá encontrar o 5º jogador e aí acontece a batalha. Fazer o papel do monstro é muito interessante porque o jogo tenta fazer o jogador incorporar mesmo o instinto animal, como um animal consegue caçar sem se mostrar visível e por isso existe o elemento stealth para que o jogador consiga caçar no modo furtivo sem fazer muito barulho e assustar outros animais.

Tanto o quarteto quanto o 5º jogador precisam bolar estratégias para o seu lado prevalecer. O jogo chega a ser bem diferente do que acontece em L4D com pessoas indo para frente sem se importar muito com quem está no grupo e mesmo assim conseguem finalizar o mapa, em Evolve se não houver uma cooperação forte, o 5º jogador ganhará total vantagem.

Sistema inteligente

Uma tática do jogo bem interessante e que traz um balanço significativo entre jogo e jogador acontece antes do início de qualquer partida onde aparece a pergunta: “Qual a sua Classe preferida de 1 a 5?” Então o jogador coloca, por exemplo – Assault / Monster / Medic / Trapper / Support – as classes são sorteadas em uma espécie de roleta russa, então mesmo que o jogador ame jogar de Assault, haverá momentos que terá que aprender a jogar com outra Classe, com isso o jogo permite que o jogador desenvolva novas estratégias ao sair da zona de conforto, ao invés de só jogar com aquele personagem que mais gosta. O jogo possui campanha Single Player e Multiplayer, e dos dois jeitos sempre existe uma regra por trás de cada mapa e de cada modalidade, não sendo só uma reunião de pessoas em um servidor para ver quem ganha e quem perde.

Além do sistema Hunt, existe outras quatro modalidades – Rescue, Nest, Defend mas não entraremos nesse detalhe porque só apareciam vídeos sobre como seriam, o que chamou bastante a atenção foi a última modalidade que não estava aberto, mas estava amostra para divulgar é o modo Evacuation, onde acontece uma pequena história em uma bateria de 5 mapas em sequência e o resultado do mapa 1 poderá afetar o andamento do desafio no mapa 2, por exemplo, vamos supor que o objetivo da tropa é impedir que uma usina nuclear seja destruída, se isso acontecer, no mapa 2 toda a área estará infectada com radiação e assim segue, o jogo diz que existem 800 mil variações de ambiente, o que traz um desafio renovado a cada momento e se seguir mesmo essa regra, será interessante ver uma situação diferente da outra.

Impressões finais pelo Beta

– Todos os personagens humanos possuem um jetpack, ao invés de pular o jogador voa. Utilizar o jetpack chega a ser tão fácil que traz uma pequena nostalgia ao relembrar Duke Nukem 3D. O único problema é com o limite da energia do jetpack ao terminar precisa esperar para recarregar a bateria, nisso o jogador fica vulnerável demais para ser atacado pelos inimigos. Por sua vez, quando o 5º jogador vai para cima dos outros jogadores e começa a atacar, não dava oportunidade de conseguir escapar nem para cima e nem para os lados, era morte na certa.

Só é possível carregar dois tipos de armas de fogo e com isso o jogador não conta com novas armas e munições, se o tipo de munição for raio, o jogador precisa esperar que a arma seja recarregada, o que demora 4 segundos. Junto a isso temos dois tipos de suporte para uso próprio e que chega a ajudar o restante da tropa, por exemplo, ao jogar com um dos personagens da Classe Assault os suportes são: Escudo e minas de proximidade. O interessante é que ao utilizar o escudo, todos os jogadores da tropa também ficam protegidos, independente se estão perto ou longe (até o powerup é cooperativo). Os comandos são ótimos e fáceis para jogar tanto no teclado+mouse quanto no controle.

Os mapas são diversos e os perigos estão espalhados por terra e água, tem momentos que é possível mergulhar. Não foi possível ver perigos no ar com bichos realizando ataques aéreos, no ar só existem os pássaros que se assustam quando o 5º jogador perturba o local, mas eles não apresentam o menor perigo. O jogador na pele do monstro consegue abater qualquer animal que cruzar o caminho.

No modo Hunt foi possível ficar 7 minutos ou mais sem uma ação direta porque a área do mapa é muito vasta, se o 5º jogador na pele do monstro souber ser furtivo o bastante, fica aquela situação de “cadê o monstro?” e enquanto isso o jogador alvo da vez tenta fazer de tudo para devorar a maior quantidade de inimigos e realizar duas vezes o Evolve para chegar na transformação final. Talvez fique bem mais divertido se juntar 5 pessoas que se conheçam para jogar, já que existe a opção de deixar aberto o áudio do microfone, senão fica aquele blá-blá-blá aleatório e ninguém se entende. Sem contar que muitas vezes a pessoa escolhida para ser o monstro pode resolver sair, gerando o infeliz rage quit. Mesmo com o mapa tão espaçoso e cheio de caminhos, não dá para ficar perdido o que é muito importante, se algum jogador ficar afastado do grupo, os outros podem demarcar uma trilha de pontos pelo chão para sinalizar onde está o grupo.

Pelo fato do jogo trazer esse ritmo de sempre existir um 5º jogador para participar, temos o lance do multiplayer assimétrico – uma forma de gameplay já conhecida no Wii U onde 4 pessoas jogam no controle normal, enquanto uma fica no comando do GamePad. Em Rayman Legends também acontece isso. Mas até onde isso é válido sendo que o jogo só estará disponível no PS4, Xbox One e PC, neste último o que pode acontecer é que 4 pessoas jogam no controle de Xbox enquanto a 5ª pessoa usa o teclado e mouse. Pelo fato do jogo utilizar o motor gráfico CryEngine, não seria nada difícil para o Wii U receber uma versão também, a Turtle Rock comeu bola por não tentar levar o jogo também para o console da Nintendo, já que lá até existiria um melhor uso do termo citado acima.

Os servidores buscam jogadores próximos, foi muito fácil encontrar pessoas do Brasil para jogar. Mas ao tentar montar uma party com pessoas conhecidas, pareceu que o jogo não aceitava, no fim acabava sempre por entrar em um servidor que já tinha um grupo em jogo. É possível que na versão final isso melhore.

A CryEngine em Evolve se mostrou bem leve, no PC o jogo requer no mínimo 4GB de ram e o máximo são 6GB. Pela página do jogo no Steam, apenas o Win 7 64-bits é apontado como sistema compatível, mas até o lançamento haverá compatibilidade com Win 8 e Linux também.

A classificação etária do jogo Evolve é confusa, a partir dos 14 anos no Brasil, M de Mature para os Estados Unidos e na Europa diverge entre 16 e 18 anos. Mesmo que não seja um jogo com alto teor de gore, nada muito traumático, sem litros de sangue jorrando na tela. Haverá legendas e toda a interface para o nosso idioma português, mas as vozes dos personagens permanecerão em inglês.

Por ser um jogo focado no Multiplayer e mesmo assim existe a campanha Solo, custar R$99,00 por toda a produção que o jogo oferece chega a valer a pena. Da mesma forma, Left 4 Dead 2 demorou mais de 1 ano para começar a se tornar um jogo indispensável para ter instalado no PC e, mesmo após 7 anos, continua assim com servidores sempre cheios. Poderá acontecer o mesmo com Evolve, tudo vai depender da evolução da comunidade do jogo a partir do dia 10 de fevereiro.

No mais, Evolve é bem divertido, o lance de permitir que o sistema atribua qual classe cada um vai jogar é muito boa, a campanha solo poderá valer a pena e talvez a pérola esteja na modalidade Evacuation que só estará disponível na versão final, este pode ser um ponto bem forte na diversão. Valeu perceber que o jogo não tem nenhuma relação com Left 4 Dead, e de perto não chega a ser um clone com monstros gigantes. E por fim, especialmente para a galera oldschool aí vai uma singela imagem que ilustra superficialmente o que é a diversão em Evolve.

L4D-Ramp-Evolve

Confira imagens do jogo em nossa galeria e aproveite para deixar o seu comentário. Até a próxima!

Sobre Marvox

Formado em Comunicação Social: Propaganda e Marketing, fundador e autor do Blog MarvoxBrasil. Criador da série Start Again no Youtube. Desde 2015 faz parte da equipe do Canal Jornada Gamer. Minha maior paixão, saber que consigo ajudar pessoas a terminar mais jogos. Essa conquista não tem preço!

Publicado em 29 de janeiro de 2015, em PC, Previews e marcado como , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Para comentar não é preciso se identificar. Mas, se quiser, pode comentar utilizando seu login do Facebook, Twitter, G+ ou Wordpress. Grande abraço!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: