Ed.Nº 98 – The Crew – Preview, PC (2014)

Ed98-MVXFaaala gamers do Brasil! Chegamos ao tema da edição 98 do Blog MarvoxBrasil, com The Crew, que é uma nova produção sob a marca da Ubisoft. O lançamento está programado para o dia 2 de dezembro para PC, Xbox One, PS4 e também Xbox 360. Em agosto passado, a softhouse liberou uma sessão “Closed Beta” da versão de PC onde os inscritos puderam ter seu momento único para testar esta nova criação e conhecer um pouco mais sobre como é essa proposta que leva o termo “correr conectado”. Algo que não veremos só em The Crew, mas também em Driveclub que é exclusivo do PS4, e que possui uma proposta no mesmo sentido. Todas as imagens no decorrer desta edição foram capturadas durante 3 dias de gameplay, e como é um Beta, muita coisa pode mudar até a data de lançamento. Acompanhem!

Ed98TheCrew-MVX

Ivory Tower e Ubisoft Reflections

TheCrew020

Desde que The Crew começou a ser desenvolvido até o momento que começaram a aparecer divulgações em 2013, é importante que o leitor saiba quem está desenvolvendo o jogo e de que mãos está vindo. De um lado temos a Ivory Tower, uma companhia que existe desde 2007, formada por designers, programadores e afins que sempre estiveram envolvidos na criação de jogos de corrida. Em seus currículos estão jogos da série Need For Speed, V-Rally (uma clássica trilogia de grande sucesso da época do primeiro Playstation), e por fim, Test Drive Unlimited. Todos eles fazem parte da antiga Eden Games, que acabou por fechar em 2013, mas renasceu com uma nova força e o nome atual, Ivory Tower.

Do outro lado temos a veterana e marcante Reflections que está aí há 30 anos. Dona dos títulos: Shadow of the Beast, a série Driver, Destruction Derby, todos eles importantes na história dos games. A partir de 2006 a Reflections juntou-se com a Ubisoft para a formação de um novo estúdio, a nova divisão conhecida como Ubisoft Reflections que foi de onde vieram os jogos: Driver San Francisco, Watch Dogs, e agora, The Crew. Abaixo, temos o trailer que existe desde a E3 2013, foi exibido também na E3 2014 e apresenta de forma resumida o que é The Crew.

“Aqueles tipos de jogos feitos para upar”

TheCrew002

Quando pensamos em jogar online, logo vem na cabeça o estilo MMO que está muito bem casado com o gênero RPG, formando o MMORPG. Antigamente esses jogos eram em textos, o jogador precisava digitar palavras para conseguir prosseguir. Era como um RPG em livro, só que pelo computador. Os jogos deste gênero com formas gráficas e modeladas, algo mais jogável e com menos leitura, começou a surgir em 1991. E aí lembramos de empresas como Level Up Games, Perfect World, NC Soft e voltamos ao nosso tempo atual onde estima-se que desde 2013, os desenvolvedores estão na procura da 4ª geração de MMOs, sim porque MMO é como uma árvore e em cada galho um gênero distinto. Temos o MMORPG, MMOFPS, MMORTS, e assim chegamos ao MMO de corrida, liderado pelos títulos TrackMania, Test Drive Unlimited e Need For Speed: World, não é sempre que as empresas conseguem sucesso ao inserir jogos de corrida nesse meio. Mesmo assim há quem goste e comece a jogar, independente do sucesso. Foi o que aconteceu quando NFS World apareceu em 2010 e não foi um sucesso aclamado, entretanto conseguiu reunir 20 mil usuários registrados. Mas estamos em 2014, de lá para cá, 4 anos pode parecer pouco, os desenvolvedores pelo menos no sentido dos jogos de corrida online, acreditam encontrar o ingrediente correto para que o gênero MMOR seja agradável para que qualquer jogador, com afinidade ou não, consiga jogar sem receio.

Ignição em conjunto

A nova produção da Ubisoft propõe um clima diferente das corridas online onde jogadores que acompanham o gênero desde os clássicos títulos como Enduro, Top Gear, e hoje em dia costumam jogar Grid, Gran Turismo e Forza sem errar uma curva, conseguem se relacionar muito bem com jogadores que nunca sentiram uma certa vontade de experimentar a fundo esse estilo. Assim como jogadores que estão super acostumados em tunar os carros porque passaram horas em Need For Speed Underground 1 e 2, conhecem de cabeça os nomes das peças, sabem onde fazer o devido ajuste para deixar “a máquina” do jeito que o sonho permitir. The Crew vai permitir uma união de jogadores e experiências das mais variadas sensações. e todos poderão dar seus gritos de vitória ao cruzar a linha de chegada. Foi o que aconteceu durante o Beta, em que tinham pessoas que diziam “nunca tentei nada de corrida, este é meu primeiro jogo”, isso é muito legal porque The Crew mostra-se um jogo completo e versátil, o que aparece no trailer, no começo desta edição, é exatamente o que será entregue ao jogador. Tanto para quem gosta de história, quanto para quem gosta de competição ou simplesmente queira dirigir como Mad Max, sem ousar mexer com a alma do policial vivido por Mel Gibson. Neste preview, é importante colocar as explicações do jogo em etapas, porque é um jogo muito vasto de conteúdo e saber o que fazer dentro do jogo, isso vai de cada um, mas servirá como uma sinalização para guiar os futuros jogadores.

TheCrew007

TheCrew024

Na caçamba de uma picape Ford

O Beta começa com uma perseguição desenfreada, muita terra batida, poças de lama que banham a tela e policiais ferozes na sua cola. Apesar do objetivo dizer que é preciso escapar da polícia, já neste primeiro momento, o jogo começa a querer mostrar que tudo pode começar de um jeito e terminar de outro. Você pode estar no asfalto e de repente passar por uma área de terra ou até areia, mas tudo vai depender da sua habilidade, e mesmo que seja sua primeira vez, é possível escolher o tipo de dirigibilidade mais adequada ao seu estilo, o resumo seria: direção travada, direção macia, ou direção realista. Ao escapar da polícia e dirigir mais alguns metros, chegamos em um celeiro onde existe um outro carro. Mas espera, a picape foi embora e você ficou. Um jovem adulto de óculos com armações grossas, típico do que vemos no cotidiano aparece, entra no bólido preto e acelera rumo ao próximo desafio.

TheCrew000

TheCrew005

À noite, óleo queimado é o perfume da balada!

A imagem abaixo retrata justamente a essência do jogo. Uma reunião de galera, grupos e união de pessoas de todos os estilos e faces conectadas. E aí você se depara com uma história, mas quem disse que você precisa seguir alguma história? Em The Crew, temos os Estados Unidos inteiro para percorrer, costa a costa, e conhecer cada ponto do país. Quer seguir a história? Ok! Cansou-se da história? Não tem problema, saia pela estrada e vá para Miami, ou melhor, vá para Las Vegas ou se você gosta de trânsito, visite Los Angeles. O mais importante é que você nunca sai de uma cidade sem aprender alguma coisa. Existem pontos turísticos que é possível conhecer mais sobre as curiosidades do lugar com um simples aperto de botão, mas querer fazer isso fica por sua conta. Só uma dica: você ganha pontos de XP ao fazer isso. Durante a sessão Beta, apenas a região entre as cidades de Nova York, Chicago e Detroit estavam disponíveis. Entre uma missão e outra, não tem como não querer participar de alguma atividade em grupo dentro do jogo. É possível ver jogadores subindo e descendo ruas, passando por estradas, o tempo todo. Pessoas metendo o carro numa parede, pessoas realizando drifts e tudo o que é possível fazer com o carro. Quanto a conexão com o servidor, o jogo utiliza o Uplay para funcionar e em nenhum momento houve queda de conexão, servidor cheio, problemas para logar na conta. Por enquanto, na questão do servidor, aparentemente está bem estruturado.

TheCrew006

TheCrew010

Faça parte da galera!

Qualquer jogador ao dirigir tranquilamente pelas ruas do jogo, a qualquer momento poderá receber um chamado “pessoa x está convidando você para participar de um pega”. No ambiente do jogo é muito fácil arrumar amigos e fazer parte de grupos, tudo pode ser feito em modo cooperativo, seja em dupla ou em grupos, e o que fica mais legal é a forma didática inserida no jogo para fazer parte de um clã ou até montar o seu próprio clã das ruas. Existem cerca de 7 tipos diferentes de missões que ficam mais divertidas ao juntar um grande número de corredores online. Leia abaixo para saber a gama de oportunidades que o jogo proporciona.

TheCrew028

Mission –  Para conseguir progredir dentro do jogo é necessário participar dessas missões. Se alguém chamar você para participar, aceite, porque juntos é possível receber mais pontos de XP. Cada zona da cidade ou estado, possui suas missões distintas dentro de seu próprio território.

Race – É o estilo comum de corrida, aquele que cruzar primeiro a linha de chegada será o vencedor. Às vezes o percurso pode pedir para completar voltas ou simplesmente ver quem é o mais rápido. Quanto mais rápido você cruzar a linha de chegada mais pontos ganhará, e ainda, receberá bônus pelo tempo que levou para completar o percurso inteiro.

Checkpoint Run – Termine a corrida antes que o tempo do cronômetro chegue a zero. Para isso, cada checkpoint alcançado ganha-se mais alguns segundos que servirão para alcançar o próximo, até completar de vez a corrida.

A to B – Esse é o tipo de corrida que costuma ser bem rápida por não precisar completar voltas ou coletar checkpoints. A corrida começa no ponto A e você precisa dar um jeito de chegar ao ponto B pelo caminho que achar mais conveniente. Confie no seu senso de direção, e chegue antes do seu adversário.

Follow – Esse tipo de missão é o mais visto em jogos do estilo GTA ou até em Driver mesmo. Você precisa seguir um alvo e ficar na cola dele até o ponto final. Pode também precisar escapar de alguém enquanto utiliza um método próprio para conseguir deixar seu adversário comendo poeira.

Takedown – Como o próprio nome diz, você precisa pegar e derrubar o alvo. O objetivo é dar um jeito de pegar seu adversário de jeito para que ele capote e você seja o vencedor. A diferença é que não precisa bater 500 vezes em um carro para fazer ele capotar, para um MMO a coisa foi mais amenizada por ser um ambiente de jogatinas rápidas. Com apenas uma porrada bem dada, seu adversário vai capotar lindamente. O legal é que você pode utilizar o ambiente para ferrar o carro oponente cada vez mais, e isso lhe garante XP.

Collect – Este tipo de missão é muito legal para explorar de forma rápida uma localidade nova. Existem diversas bandeiras espalhadas por um traçado determinado, é preciso coletar todas as bandeiras no menor tempo possível.

Getaway – É o estilo “caia fora”, “dê no pé” onde a polícia estará na sua cola e você vai precisar dar um jeito de despistar os tiras da sua traseira.

Freedrive – Talvez seja o que a maioria vai querer fazer na primeira vez que entrar em The Crew, viajar. O universo do jogo é todo aberto, nada impede o jogador de, a qualquer momento, decidir pegar a Rota 66 e seguir viagem passando por St. Louis, Texas e terminar em Santa Monica, na Califórnia.

Como vimos, tudo que você fizer, as campanhas, missões, e demais tarefas do qual participar garantirá XP para investir em outros veículos dentro do jogo. Algumas ações ganha-se mais ou menos, tudo dependerá do que você fizer no menor tempo ou da forma mais habilidosa. É possível fazer tudo isso sozinho e cada missão possui uma experiência diferente.

TheCrew014

TheCrew025

TheCrew011

CarTuner e ShowRoom

E vamos para a garagem! É o que chamamos de Hall em The Crew. Uma garagem para ficar concentrado enquanto explora as peças do seu carro, e aqui não é preciso ter grandes conhecimentos porque conforme existe o ganho de XP, isso faz com que você ganhe mais Levels, novas peças são habilitadas e o sistema do jogo se oferece para instalar as novas peças automaticamente, mantenha seu carro sempre atualizado para deixá-lo pronto para os próximos desafios, ou se você não gostou do resultado, poderá recomeçar com outro carro sem que isso afete a sua evolução dentro do jogo. Por exemplo, ao atingir o Level 2, o jogo mostra que existe um motor do mesmo nível para ser inserido. As trocas de peças poderão ser feitas diretamente da mesma tela em que apareceu a palavra “complete” no fim da corrida, e isso sem a necessidade de mudar de tela só para realizar as trocas das peças necessárias. Porém, existe um lugar feito só para tunar o seu carro. Dentro do CarTuner ou do ShowRoom existe um quadro negro com marcações que mostram o quanto falta para alcançar um determinado nível. Tudo pode ser adquirido com o acúmulo de pontos após suas vitórias. Por outro lado, existem as “Crew Coins” que é a moeda dentro do jogo caso o jogador queira comprar coisas de uma forma mais rápida com dinheiro real. Independente disso, as regras na montagem dos carros é dividida por 5 categorias: Street (Level inicial), Dirt (Level 10), Perf (Level 20), Raid (Level 30) e Circuit (Level 40), não faltará curiosidade para saber como são os carros das categorias mais avançadas.

TheCrew022

TheCrew021

O Mundo Conectado

O subtítulo acima é o slogan de Watch Dogs, porém, encaixa-se muito bem em The Crew. De forma a não deixar o jogador trocar de tela toda hora que realiza alguma ação, existe um smartphone que coloca disponível todas as ferramentas necessárias para o jogador mexer. Existe até uma espécie de Wikipedia dentro do jogo, para os jogadores entenderem o funcionamento de cada situação. É como ter um manual digital do jogo o tempo todo a seu favor para consultar a qualquer momento. Para os gamers que não são acostumados com o fato de ter que atravessar a cidade vasculhando a rua certa para encontrar a missão, é possível montar um traçado afim de saber para qual lado seguir. O mapa funciona como um enorme GPS. É possível ampliar suavemente o mini mapa sem comprometer a visão e de repente acabar batendo em alguma coisa porquê perdeu a concentração. Mas o que seria de um MMO sem a facilidade de chamar pessoas e montar amizade? E isso é muito fácil. Nas ruas, insígnias pairam sob o capô de cada carro. Cada jogador terá uma espécie de card com ilustrações, isso distinguirá de longe quem é você. É possível chamar qualquer pessoa para participar das missões em conjunto, basta abrir o menu para aparecer os “cards”, com mais um clique é possível convidar pessoas próximas do local para fazer parte de um grupo, e tudo o que é feito, seja junto ou separado, esse grupo ganhará muitos XP. Afinal, não é preciso andar grudado. Em um mesmo grupo, um jogador pode querer continuar a fazer missões da história enquanto outro prefere viajar de costa a costa para explorar mais o jogo, os jogadores são livres, assim como a mobilidade com todo seu poder de comunicação facilita a vida para falar com alguém quando estamos na correria.

TheCrew015

TheCrew008

Ei, mas existe uma história!

Pelo pouco que foi mostrado em cutscenes durante o Beta, existe uma gangue chamada 510, conhecida por realizar desmanches de carro. Se Watch Dogs mexeu com a privacidade das pessoas ao estar conectadas na internet, em The Crew, a Ubisoft Reflections e a Ivory vão mexer no calo de um problema hiper difícil de enfrentar, os desmanches, roubo e tráfico de carros. O protagonista tem um irmão que é membro da gangue 510. Em cada região dos Estados Unidos, os desmanches são comandados por gangues diferentes para confundir a polícia. Assim como é preciso entrar no cartel 510, será necessário dar um jeito de entrar nos outros cartéis e tudo por meio das missões principais que o jogo possui. Presume-se que o modo história terá apenas 20 horas de jogo.

TheCrew018

TheCrew029

Modo Realístico e demais informações

Durante o Beta, a Ubisoft incentivou os jogadores participantes a relatar possíveis erros, dar sugestões para melhorias relacionado e pertinente para o jogo, tudo era supervisionado e respondido por integrantes da Ubisoft Reflections. Uma das curiosidades foi a respeito dos diversos postos de gasolina espalhados pelas cidades. Um dos jogadores perguntou: “é possível abastecer o carro?”, a resposta de um integrante da Ubisoft foi: “isso está sendo estudado”. Até porque, não faria sentido ter postos e não conseguir abastecer. Se lembrarmos bem, Mafia 1 já apresentava esse detalhe, não era difícil durante o jogo pegar um carro e algumas vezes parar no posto de gasolina para abastecer se quiséssemos seguir viagem para lugares longe, sem o imprevisto do carro parar no meio da estrada ou das ruas, Mafia 1 é um jogo de 2002. Apesar disso ser apenas um detalhe que engrandece a realidade, pode ser que a gasolina seja cobrada de alguma forma. Mas o resultado disso, só saberemos no final, quando o jogo estiver lançado.

TheCrew009

O que The Crew garante bastante durante a jogabilidade é a vontade de colocar a visão do carro em modo cockpit, onde aparecem as mãos no volante. Principalmente ao começar a seguir viagem pelas estradas para chegar até alguma outra cidade. A Ubisoft Reflections disse que em pelo menos, 90 minutos, é possível viajar por todo os Estados Unidos de costa a costa, isso é, se a pessoa não sofrer nenhum tipo de contratempo durante o percurso. Não faltará motivos para montar os seus próprios cartões postais e compartilhar pelas redes sociais.

TheCrew026

Durante o jogo temos músicas também, que vai de nomes atuais do gênero dubstep, techno, hip hop e pop. O ambiente de som ao longo do jogo é composta por Peter Cornelly que recentemente trabalhou em Watch Dogs e no passado esteve envolvido na primeira geração da série Tomb Raider, quando ainda era produzido pela antiga Core Design. Entretanto, se o jogador desejar inserir suas próprias mp3, existe essa possibilidade também.

TheCrew027

Para finalizar

Por mais que tudo o que vimos acima seja interessante, existe um problema no sentido do jogo pedir que você esteja 100% conectado na internet, ou seja, se sua conexão cair, automaticamente você é “dropado” para a tela de abertura, o que pode frustrar muitos jogadores, ainda mais num país como o nosso onde nem todos possuem conexão por fibra ótica. Durante o Beta, a conexão com o servidor do Uplay foi tranquila, só temos que esperar que continue assim quando o jogo ganhar mais o público. Pelo menos a parte da história, a Ubisoft poderia dar um jeito de deixar jogar em modo offline. O enredo retrata bastante a série Velozes e Furiosos, onde em vários momentos do filme, era possível ver o grupo sempre unido durante os momentos de ação do filme. Basicamente seria isso com The Crew.

O desenvolvimento do jogo The Crew foi pensado inicialmente apenas para o PC e os consoles atuais PS4 e Xbox One no sentido de ser metaforicamente falando “a largada da Ubisoft na nova geração”, e chega no dia 2 de dezembro. De repente a Ubisoft decidiu implantar a versão para o Xbox 360 que sai no mesmo dia. O PS3 e o Wii U ficaram de fora, e surge a pergunta. Por que? Segundo informações da Ubisoft, o motivo que eles alegam é, o Xbox 360 possui uma infraestrutura técnica mais próxima da atual geração de consoles. Diferente do que vai acontecer com Forza Horizon 2 que no Xbox One é uma engine e no Xbox 360 é outra, com The Crew o conteúdo será o mesmo no console e no PC. Até a data de lançamento, e com o Beta para quem tem aí o Xbox One e o PS4, novos reviews, previews vão aparecer aí nos sites e portais e com isso, tudo pode acontecer. Até a próxima!

Sobre Marvox

Formado em Comunicação Social: Propaganda e Marketing, fundador e autor do Blog MarvoxBrasil. Criador da série Start Again no Youtube. Desde 2015 faz parte da equipe do Canal Jornada Gamer. Minha maior paixão, saber que consigo ajudar pessoas a terminar mais jogos. Essa conquista não tem preço!

Publicado em 23 de setembro de 2014, em PC, Previews, PS4, XBOX 360, Xbox One e marcado como , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Para comentar não é preciso se identificar. Mas, se quiser, pode comentar utilizando seu login do Facebook, Twitter, G+ ou Wordpress. Grande abraço!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: