Ed.Nº 96 – Lara Croft and the Guardian of Light (PC/X360/PS3, 2010)

Ed96LaraCroftGLMVX

Faaala gamers do Brasil! Tomb Raider nunca foi um jogo fácil, ao lembrar do título de origem, quando a Lara Croft apareceu no Sega Saturn e Playstation ainda com o desenvolvimento nas mãos da antiga Core Design, era o tipo de jogo em que ao dar um passo em falso, você morria e dava game over. Tomb Raider 2 foi o primeiro que joguei até chegar ao fim, e na época, demorou para entender a manha do maldito tigre que aparecia do nada, e com três patadas certeiras eliminava a Lara Croft sem dó. Câmera nas costas, corpo duro, plataformas distantes que era necessário tomar muito fôlego para alcançar com a ajuda de um pulo, e inimigos que atiravam contra a personagem de lugares altos, que você precisava encostar a personagem de costas para a parede para conseguir enxergar o alvo e, fora a habilidade enorme que o jogador ganhava a cada façanha. Mas os tempos mudam, a Core Design não existe mais, a Eidos só assiste de camarote, e hoje a série Tomb Raider recebe a colaboração da Crystal Dynamics e Square Enix que durante o desenvolvimento do novo Tomb Raider lançado em 2013, trouxe o jogo Lara Croft and the Guardian of Light. A partir de agora na Edição 96, conheçam mais sobre este jogo que em breve, ganhará uma continuação.

LaraCroftGL000

A Caçadora de Relíquias

Lara Croft nasceu como uma exploradora, uma pessoa que sobrevive as mais perigosas armadilhas ao entrar em lugares que na maioria das vezes, só aparecem em documentários do History Channel. Neste jogo, considerado um spin-off (história paralela) da série Tomb Raider, Lara Croft começa a explorar um território de origem asteca guardado por um ser onipresente chamado Xolotl, considerado como deus do fogo, iluminação, doenças e deformidades. Quando vemos aquelas figuras em pedra com o rosto de um cachorro com a língua entre os dentes, aquilo é o rosto desse deus que é o vilão do jogo Lara Croft and the Guardian of Light. Por outro lado, temos o Guardião da Luz chamado Totec, enquanto estava na forma de uma estátua de pedra, ganhou vida e pediu para Lara Croft o ajudar na quebra de um feitiço poderoso do deus Xolotl. E aí entra a melhor parte, Lara Croft não vai nessa sozinha e encara a aventura em conjunto com o Guardião. A forma como a história é contada varia entre ilustrações com dublagem e também cenas em vídeos, e estas são muito bem animadas mostrando uma Lara Croft jovem, leve, esforçada e humana de um jeito que você conforme passa horas no jogo, acaba apaixonando-se pela forma como foi criada. O jogo realmente dá sentido à vontade de passar de fase para saber como são os próximos desafios.

LaraCroftGL001

Habilidades

Longe da câmera focada nas costas e sem visão em terceira pessoa, o que temos nesta criação da Crystal Dynamics é um universo asteca com visão isométrica, bem ao estilo Alien Swarm, só que o nível de detalhes, a forma como os desafios foram posicionados pelas fases, fora os movimentos realizados pela Lara Croft, impressionam. Para começar, o jogo todo possui 14 fases. Todas as fases possuem pontuações que você ganha com as ações realizadas como: matar inimigos, encontrar objetos escondidos, encontrar relíquias importantes e com os desafios propostos em cada parte das fases, então, acaba por ser um jogo que faz você querer aperfeiçoar suas habilidades, e vencer seus limites para ganhar cada vez mais pontos e para os gamers mais habilidosos, traz a vontade de terminar a fase com 100% de aproveitamento, situação que nem todos os jogos de hoje em dia parece importar-se. Mas além de um jogo de ação, ele possui pequeninos elementos de estratégia, mas aqui esse lance de estratégia funciona no sentido de utilizar as relíquias/artefatos encontrados pelas fases e quando são adicionados ao perfil da Lara Croft surtam diferentes efeitos, por exemplo, agilidade, maior resistência ao ataque de inimigos, manuseio experiente das armas sem gastar tantas balas, são alguns dos efeitos e também uma barra amarela na forma de um dragão e que serve como um coringa para momentos que o jogador achar conveniente. Por outro lado, temos as armas, e aqui a Lara só consegue utilizar 4 armas, apesar de você conseguir coletar mais armas, e isso você consegue alterar tranquilamente na medida que achar necessário. A dica é: deixe a lança como a primeira arma, porque ajuda a Lara Croft espetar a lança pelas paredes (stone arrow) e usar isso como um apoio para subir em lugares altos.

Mas, fora as armas que utilizam munição limitada, temos uma artimanha ilimitada, as bombas, que Lara Croft pode implantar em vários locais e em segundos elas explodem, isso é ótimo quando juntam vários inimigos para cercar o jogador e você precisa arrumar um jeito de não ser “travado no canto”, que graças ao universo isométrico e as cambalhotas olímpicas da personagem você consegue se safar por “baixo das pernas”, implantar a bomba no meio do grupo de inimigos e ainda soltar uma frase mental do tipo: “toma essa espertão”.

LaraCroftGL002

LaraCroftGL003

O conforto em poder enxergar tudo de uma vez

Um dos primeiros desafios das fases que chamam a atenção é a existência de crânios vermelho, que ao coletar 10, você desbloqueia novas relíquias e esses crânios estão espalhados por todo o cenário e por mais que pareça difícil coletar todos, a visão isométrica do jogo ajuda e muito na hora de você olhar para todos os cantos do cenário e se prestar bem atenção vai conseguir encontrar a localização dos crânios, mas encontrar é uma coisa, enquanto, pegar transforma-se num desafio que você vai precisar resolver. Além dos crânios, durante as fases existem câmaras sagradas, vale a pena entrar em todas e vencer os desafios, porque são nessas câmaras que escondem os objetos de maior ajuda para o progresso da aventura, quanto mais relíquias você pegar, com o decorrer do jogo, e as fases ficam cada vez mais difíceis, você ficará mais resistente e preparado para vencer as armadilhas que as futuras fases astecas guardam para você. E se tem uma coisa guardada no bolso da Lara Croft é um gancho retrátil, sempre que você avistar uma argola de pedra, poderá prender-se no melhor estilo “Pitfall no cipó” e assim é levado para o outro lado, quando necessário.

Domar o gancho retrátil não é fácil, precisa de treino, e vai acontecer de você cair várias vezes para conseguir entender a mecânica desse gancho, que pode parecer que não, é uma das engrenagens mais importantes para o avanço do jogo. Existem partes que a Lara precisa mesmo ir para o outro lado do cenário e no meio tem um abismo com lanças ou um buraco para o além, o problema é que você aperta o botão para a Lara arremessar o gancho, ok, só que se você soltar esse botão, já era, você só vai ouvir o grito dela. A parte boa é que quando você morre, volta para a parte anterior, o problema é que você acaba perdendo os pontos que você acumulou e no final, seu sonhado recorde pode ir por água abaixo. As três engrenagens de Lara Croft and the Guardian of Light são: Lança, gancho e as bombas ilimitadas. Quando você conseguir dominar essas técnicas, ficará fácil avançar no jogo. Sobre os controles, o que deu a entender é que a Crystal Dynamics pensou mais no público que tem costume de jogar com controle, o que é bom porque as ações foram posicionadas de forma que deixam a jogabilidade bastante confortável, seja no Xbox 360, PS3 ou PC. Mesmo para quem curte jogar no modo padrão, mouse+teclado, e gosta de customizar as teclas, não será tão necessário fugir do padrão estipulado da fábrica.

LaraCroftGL004

LaraCroftGL005

LaraCroftGL006

LaraCroftGL007

LaraCroftGL008

LaraCroftGL010

LaraCroftGL012

Explore o universo asteca em companhia

A diversão ganha um outro nível ao chamar alguém para jogar e partilhar a aventura. O modo cooperativo do jogo faz com que o primeiro jogador seja a Lara Croft e o segundo jogador seja Totec, que é o Guardião da Luz. A história continua toda igual,  e nesse ponto a regra é vencer os desafios e chegar ao fim da fase juntos, por exemplo, o Totec utiliza um escudo. Você faz o Totec colocar o escudo sob a cabeça com as mãos levantadas para cima, e ao servir de apoio, a Lara Croft sobe no escudo e facilita o alcance de alguns lugares altos, isso é apenas um exemplo, porque existem várias situações que juntos ficam até mais fáceis do que fazer sozinho. E na hora dos combates, facilita muito ter mais alguém para ajudar a eliminar os inimigos e claro, os chefões.

LaraCroftGL011

LaraCroftGL013

Testes com Game Boy Advance e atualizações com Underworld

Para entendermos de onde veio a inspiração para criar esse universo isométrico de Lara Croft and the Guardian of Light, precisamos voltar para o ano de 2002, quando a Core Design ainda estava viva e lançou para o Game Boy Advance o jogo Tomb Raider: The Prophecy. Foi a partir deste título que os criadores da série começaram a brincar com a Lara Croft com visão isométrica. Com a vinda da Crystal Dynamics como atual criadora e após lançar Tomb Raider: Underworld em 2008, é que começaram a inserir movimentos mais ágeis para a caçadora de relíquias, a programação foi reutilizada, atualizada e assim, em 2010 conseguiram transferir toda a liberdade de movimentos do TB Underworld para o jogo Lara Croft and the Guardian of Light. Não é fácil criar histórias paralelas, muitas vezes acabam entrando em choque com a história principal, mas Guardian of Light não busca interferir na linha Tomb Raider, e com isso acabou por virar uma linhagem com identidade própria.

Temple of Osiris

LaraCroftGL009

A Square Enix sempre procurou tornar conhecido o jogo Lara Croft and the Guardian of Light. No momento em que o reboot de Tomb Raider apareceu em 2013, aqueles que compravam o jogo principal recebiam gratuitamente o spin-off como um brinde. E agora novamente, enquanto a Crystal Dynamics prepara Rise of Tomb Raider para algum momento de 2015, é provável que tenhamos uma situação muito parecida com a vinda da continuação isométrica em Lara Croft and the Temple of Osiris. Se as áreas astecas já são difíceis com suas armadilhas, já podemos esperar que uma história com áreas egípcias, as armadilhas serão dobradas. Qualquer jogo que mexa com Egito, nunca foi tranquilo em matéria de desafio. E veja só, o novo jogo que pelo que parece sairá em dezembro e permitirá que 4 pessoas joguem ao mesmo tempo. Cooperação intensa e necessária que estará disponível, se nada mudar, para o PC, PS4 e Xbox One.

Para jogar várias vezes

O mais legal em Lara Croft and the Guardian of Light é que você não precisa ter o compromisso de ser um apaixonado ou apaixonada, pela série para conseguir terminar. E ainda se você jogar em dupla, a experiência fica muito mais recíproca pelo fato de um ter que ajudar o outro ou simplesmente jogue em dupla e deixe que cada um explore uma área separadamente sem precisar que um siga o outro, a finalização das fases ficam até mais dinâmicas. Para aqueles que vão aventurar-se no novo Temple of Osiris e ainda não jogaram o Guardian of Light, dê uma passada primeiro nas pirâmides astecas para já se preparar para os labirintos e as areias movediças sob o Sol escaldante do Egito. A edição 96 do Blog MarvoxBrasil fica por aqui, até a próxima!

LaraCroftTOS

Sobre Marvox

Formado em Comunicação Social: Propaganda e Marketing, fundador e autor do Blog MarvoxBrasil. Criador da série Start Again no Youtube. Desde 2015 faz parte da equipe do Canal Jornada Gamer. Minha maior paixão, saber que consigo ajudar pessoas a terminar mais jogos. Essa conquista não tem preço!

Publicado em 12 de agosto de 2014, em Análises, PC, PS3, XBOX 360 e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Para comentar não é preciso se identificar. Mas, se quiser, pode comentar utilizando seu login do Facebook, Twitter, G+ ou Wordpress. Grande abraço!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: