Ed.Nº 91 – Brasil dos Games: Odallus The Dark Call (PC, 2014)

PreviewMVXNa época dos deuses antigos, opressores e reis. Uma terra sem lei clamava por… Esperem um momento… isso parece mais com a abertura do seriado da Xena ou do Hércules que passava na TV no fim dos anos 90.

Estamos no Blog MarvoxBrasil, então – Faaala gamers do Brasil! E vamos para mais uma parte da série Brasil dos Games, com o preview do jogo Odallus the Dark Call, a nova produção da JoyMasher.

Para você que acessou o Blog pela primeira vez neste ano, a série Brasil dos Games começou em janeiro com o jogo Oniken que é um jogo do gênero ação e, neste momento, partiremos para o gênero Action-RPG.

Venha conhecer mais este super jogo cheio de exploração e que será lançado neste ano. Aqui no Blog MarvoxBrasil, você vai saber como é, o que tem para fazer e como instalar a versão de demonstração, que já está disponível. A previsão de lançamento é para 2015. Acompanhem:

odallus joymasher marvoxbrasil

Dos Criadores de Oniken

A JoyMasher é uma softhouse brasileira que ao criar jogos, tem como objetivo trazer e resgatar experiências relacionadas ao período em que os videogames tinham seus 8 e 16-bits com conceitos contemporâneos. Oniken, foi lançado em 2012 e possui uma atmosfera que relembra, por exemplo, os títulos: Ninja Gaiden e Contra. Em 2014, a próxima empreitada será o jogo Odallus, sob o gênero Action-RPG, e que relembra muito um jogo que saiu em 1986 para o NES pelas mãos da Tecmo chamado, Rygar.  O enredo do jogo Odallus é o seguinte:

Na procura do Poder Supremo, um Dark Lord convoca seu exército de criaturas malígnas para devastar por inteira uma terra pacífica. Os vilarejos ficaram completamente destruídos e os moradores foram mortos. A ponto de colocar um fim nesta carnificina, um guerreiro chamado Haggis está pronto para desvencilhar sua espada em cima do império de Dark Lord. Odallus é a história de Haggis e sua perseguição, em torno de um mundo de fantasia no melhor estilo medieval.

Assim que o jogo começa…

Primeiro, vem a tela com três locais para salvar o seu jogo. Isso é interessante porque se você tem mais alguém em sua casa que vai jogar, cada um terá seu próprio jogo salvo, ou se você decidir recomeçar o jogo, poderá manter a primeira jogada intacta. Então vem a primeira fase, o personagem utiliza a espada para derrotar os inimigos. No começo, você terá uma espada de level 1, mas dentro desta fase existe uma outra espada de level 2, que você precisará procurar. O final da fase possui um caminho só, mas para que você chegue até esse final de fase, precisará percorrer diversos caminhos dentro da fase. Isso é muito legal porque, vai além de você apenas partir do ponto A até o ponto B, você vai encontrar outros caminhos que são de extrema importância por conter objetos especiais que o ajudarão durante a partida.

Alguns inimigos jogam moedas quando são eliminados, e você poderá gastar o seu dinheiro com o Mercador e comprar: armas, comida para aumentar o seu nível de energia e até uma nova chance de continuar no jogo, caso haja a morte do personagem. Sobre a energia, nada mais simbólico que ver corações pintados de vermelho, algo muito marcante em jogos como Castlevania e The Legend of Zelda. O mais legal é que você poderá procurar pedaços para adicionar mais corações e aumentar a quantidade da sua energia. Além da espada, dependendo do local que os inimigos aparecem, por exemplo, na água, você pode querer, por segurança, não aproximar-se muito do inimigo. Então, é possível arremessar tochas, machados e até lanças, todos estes são limitados, mas você pode aumentar a quantidade também ao encontrar uma mochila maior. Ao falar das lanças, existem locais secretos que é preciso usar a estratégia para conseguir entrar. Aí vai a dica de uma área secreta que está no chão.

A única forma de quebrar o piso é utilizar a lança em que ao ser arremessada, faz um movimento em forma de letra “U” de cabeça para baixo. A ponta da lança quebrará o piso e você conseguirá coletar um objeto de grande ajuda. Não vou dizer onde é esse local exatamente, senão, perde a graça da fase, mas você que vai jogar não será difícil perceber onde é o lugar. Outro elemento que surpreendeu bastante é o fato do personagem conseguir segurar-se em quinas para assim conseguir subir, o que é muito bom para impedir por exemplo a morte instantânea ao pular de um lado para o outro, quando for necessário ou subir em plataformas móveis, com isso o jogador ganha mais rapidez para efetuar as ações.

Um dos elementos que considero importante nesses jogos do gênero Action-RPG ou puramente RPG é a questão da trilha sonora, até porque sabemos que é possível passar muito tempo para finalizar a fase. Enquanto isso, você ficará de um lado para o outro e seguirá seu instinto ao saber que onde tem inimigo, tem algo para fazer no local. E o destaque aqui vai para a trilha sonora que é muito bem embalada sendo agradável e não deixa você irritado/irritada. Pelo fato de ocorrer essa necessidade de caminhar pela fase e procurar pontos secretos, você passa muito tempo dentro da fase e dependendo da música, faz você querer largar o jogo ou abaixar o som. O que não aconteceu com este jogo. A música deixa dá ânimo e empolga quem jogar.

Até mesmo quem nunca experimentou jogar algo do gênero RPG ou Action-RPG, porque acha repetitivo demais, acredito que gostará muito deste, porque, repetitivo não é devido a variedade de cenários em uma mesma fase, ou seja, você começa em uma floresta, mas dependendo do caminho que escolher seguir, você estará em uma caverna de gelo, ou debaixo d’água e detalhe para o personagem que não pode ficar muito tempo debaixo da água, para isso precisará de um objeto especial para conseguir respirar. São tantos desafios diferentes em uma mesma fase que seria injusto se a JoyMasher esquecesse de colocar um checkpoint.

Você não precisa se preocupar, caso seja eliminado por algum inimigo, poderá recomeçar do ponto marcado pelo checkpoint. E no final, um gigantesco chefão para deixar o jogador com vontade de ver como ficará o jogo completo e imaginar como serão as próximas fases. Fiquem agora, com as imagens do jogo Odallus The Dark Call e uma dica super legal de alguns jogos fáceis e rápidos para você jogar e que seguem uma linha parecida com este jogo da JoyMasher.

Odallus002 Odallus003 Odallus004 Odallus005 Odallus006

Demonstração Já Disponível

Este jogo é um lançamento para o PC, por enquanto não está completo, a JoyMasher continua a desenvolver o jogo e no momento você poderá fazer o download da versão de demonstração para jogar no computador. Na demonstração existe apenas uma fase e no final dela um chefão para você derrotar. O legal desta primeira fase, é que tudo o que os criadores colocam nela não estará na versão final, mas serve para que você já tenha em mente um pouco de tudo que encontrará quando jogar a versão completa.

Acesse o link, disponível nesta edição do Blog MarvoxBrasil para ir até a página oficial do jogo, e lá você vai clicar em “download demo”, para instalar e em poucos minutos você estará submerso no clima dark deste sensacional jogo. Segundo a JoyMasher, o jogo estará pronto na metade do ano, em junho ou julho, vamos torcer para que o lançamento não seja adiado.

Odallus007 Odallus008 Odallus009

Entre no Clima de Odallus

Independente de Odallus ser um jogo com visual voltado para o NES, se você quiser aprofundar-se mais no clima desta ótima criação da JoyMasher, deixo abaixo para vocês, alguns jogos dessa linha Action-RPG para você explorar mais e curtir opções rápidas para jogar e terminar. São três títulos de Super Nintendo e um para o Arcade. Confira:

Actraiser, 1991 – Super Nintendo

O primeiro deles, é Actraiser, lançado em 1991 para o Super Nintendo. Aqui, você será “deus” e precisará descer na terra com a ajuda de forças celestiais para banir os demônios que assolam os povoados de 6 localidades completamente diferentes. Tudo o que você tentou por anos fazer em Sim City e nunca conseguiu, aqui você conseguirá tranquilamente.

actraiser odallus marvoxbrasil

O jogo é muito simples, primeiro você precisa eliminar a primeira onda de criaturas, então você passará por todo “act 1-1”. No final existe um chefão. Matou o chefão, pronto. Agora vem a segunda parte em que você precisará ajudar os humanos a construir a cidade e povoar o local. Então você, direciona os humanos para que eles mesmos montem a cidade. O legal é que conforme a cidade cresce, os humanos lhe presenteiam com relíquias que ajudam você nas fases de ação. Depois vem a terceira parte, que você desce na terra novamente para eliminar o verdadeiro chefão final daquela terra. Pronto, agora é só supervisionar os humanos na construção e modernização das terras e partir para as outras 5 localidades. É um jogo muito legal, rápido e divertido demais para terminar.

Illusion of Gaia, 1994 – Super Nintendo

Criado pela softhouse japonesa Quintet que pela grande parceria que tinha com a Enix, foi possível trazer este jogo até o ocidente. O mais curioso deste jogo é que, na versão lançada no ocidente contou com várias mudanças a pedido da Nintendo. Uma delas era o fato de que uma tribo canibal existente no jogo chamada Angkor Wat e gostavam de enfeitar o vilarejo com ossos de integrantes da própria tribo. Essa tribo na versão ocidental sofreu rígidas alterações, e também é um jogo que carrega fortes elementos religiosos que por parte da Nintendo foram excluídos a dedo.

illusion of gaia odallus marvoxbrasil

Este jogo já parte para um enredo mais lento, o jogador controla Willi que é um menino que possui um passado muito intrigante, e tem um pai que está desaparecido. Você mergulha na vida do garoto e se envolve com o cotidiano dele junto com os amigos que adoram jogar baralho. Os momentos de ação são muito divertidos, ainda tem uma parte em que o garoto transforma-se em um guerreiro robusto com a ajuda de Gaia, a deusa do jogo. Se você gosta de envolver-se com vários personagens ao mesmo tempo e histórias entrelaçadas, este será o seu jogo.

Soul Blazer, 1992 – Super Nintendo

Mas se você prefere partir para uma aventura com labirintos bem ao estilo do primeiro The Legend of Zelda, do NES, então Soul Blazer é uma ótima pedida. Porque a história é rápida, assim como os momentos de ação, você travará grandes batalhas entre os inimigos que aparecem durante as fases e tem objetivos bem fáceis de entender o que precisa ser feito. Muitos elementos encontrados durante o jogo Soul Blazer também existem em Illusion of Gaia, pelo fato de terem sido criados pela mesma softhouse, a Quintet.

soul blazer odallus marvoxbrasil

Cadash, 1994 – Arcade, Mega Drive e PC Engine

E se você prefere curtir um Action-RPG com a ajuda de um amigo ou amiga, então vale a pena jogar Cadash, que além de oferecer ao jogador 4 personagens com diferentes habilidades, pode ser aproveitado em duas pessoas. Aqui você terá muitos objetivos para realizar durante as fases, um dos mais divertidos é descobrir uma forma de entrar no reino dos gnomos com a ajuda de uma flor mágica, você acaba por encolher o seu personagem e conseguirá entrar em contato com os gnomos que vivem na região. Abaixo, é possível ter uma ideia de como é o jogo.

cadash odallus marvoxbrasil

O RPG e suas ramificações, possuem enredos que traz bastante conteúdo e o melhor, faz o jogador viajar pela história de forma a envolver-se muito com os personagens que aparecem. Enquanto esperamos o lançamento da versão completa de Odallus The Dark Call, joguem a versão de demonstração e jogue também estes outros títulos do Super Nintendo e Arcade, que com certeza você poderá gostar muito.

É claro que existem muitos outros jogos do gênero Action-RPG, mas se o seu problema é falta de tempo para jogar, qualquer um destes jogos citados acima são rápidos e você não precisará se preocupar com a questão do tempo. Fiquem agora com o link para a página oficial do jogo e onde será possível fazer o download da versão de demonstração: JoyMasher: Odallus The Dark Call e se você quiser saber mais também sobre o jogo Cadash, existe um review lá no site VG&Etc com várias imagens para você curtir ainda mais.

E qual jogo deste estilo, o leitor e a leitora, gosta mais? Comente as suas experiências com estes jogos, quais foram marcantes para você.  Continue e leia a Edição 89 – Brasil dos Games: Oniken no Blog MarvoxBrasil. Neste mês, ainda tem o novo Start Again, no Canal MarvoxBrasil.  Até a próxima!

Assista ao Longplay do jogo Odallus The Dark Call

Bate papo com Danilo Dias da JoyMasher (live especial)

Sobre Marvox

Formado em Comunicação Social: Propaganda e Marketing, fundador e autor do Blog MarvoxBrasil. Criador da série Start Again no Youtube. Desde 2015 faz parte da equipe do Canal Jornada Gamer. Minha maior paixão, saber que consigo ajudar pessoas a terminar mais jogos. Essa conquista não tem preço!

Publicado em 3 de fevereiro de 2014, em PC, Previews e marcado como , , , , , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Para comentar não é preciso se identificar. Mas, se quiser, pode comentar utilizando seu login do Facebook, Twitter, G+ ou Wordpress. Grande abraço!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: