Ed.Nº 78 – S.T.A.L.K.E.R – A Trilogia de um Desastre [Parte 2]

Ed78STKCS

Faaala gamers do Brasil! Na edição passada, a de número 77, iniciou-se a série STALKER: A Trilogia de um Desastre, onde falei da versão Shadow of Chernobyl lançada em 2007 pela softhouse ucraniana GSC Game World e publicada pela THQ (fechada em 2013 após um enorme prejuízo). Em 2008, a softhouse GSC Game World trouxe a continuação – STALKER: Clear Sky, que foi publicada pela Deep Silver, que também publicou: Dead Island, o novíssimo Dead Island: Riptide, Cursed Mountain, Catherine e até Saints Row IV. Venham conferir a edição 78, que traz STALKER: Clear Sky, na segunda parte de STALKER – A Trilogia de um Desastre.

STKCSCapa

Não é de hoje que os jogos produzidos por softhouses russas/ucranianas aparecem nos vídeogames e nos computadores. O mais famoso que conhecemos talvez seja mesmo o Metro 2033. Mas existem muitos outros jogos como, por exemplo: Death to Spies, You Are Empty(meu favorito) e o próprio STALKER. Podemos citar algumas softhouses, 4A Games, 1C Company e GSC Game World que são carregadas muitas vezes pela marca da THQ. Agora, o que podemos esperar dos jogos criados por esses estúdios russos/ucranianos? História profunda, cuidado com a jogabilidade e muitas vezes surpresas inesquecíveis no que diz respeito a experiência de jogar. E com isso temos o mais legal de STALKER que é, a mistura entre FPS com RPG. A primeira vez que ví isso foi no jogo Strife, uma criação de 1994 trazida para os computadores pela Rogue Entertainment e Velocity.

Em STALKER: Shadow of Chernobyl nós começávamos como um mercenário que precisava garimpar trabalho para chegar até o objetivo final que é assassinar Strelok. Durante o jogo tínhamos a necessidade de caminhar em campo aberto, ruas e cidades devastadas por um desastre nuclear histórico que ocorreu em 1986. Para melhorar ainda mais a trajetória da franquia, surge um segundo jogo – Clear Sky, onde puxa o jogador para um clima muito mais pantanoso, com rios e lagos, sem contar as vegetações altas que faz você ficar tenso por não conseguir, às vezes, enxergar o que se passa do outro lado. O objetivo final continua sendo a busca por Strelok, só que de um ponto de vista diferente.

Não podemos esquecer que uma situação assim aconteceu com o primeiro Half-Life, em 1998, criado pela softhouse Valve. No primeiro jogo, você é Gordon Freeman. Não contente com isso, a Valve lançou em 1999 outro lado da história onde você é Adrian Shephard e finalmente em 2001, você termina na pele de Barney Calhoun.

De volta em STALKER, acontece a mesma coisa, a trilogia é feita para você entender por completo todo o enredo do jogo, cada versão com uma visão única e todas elas ocorrem na mesma época. Tudo começa quando um grupo de pesquisadores tenta chegar na “Zona”, o epicentro da explosão de Chernobyl. Os cientistas são levados por um guia que encontram uma área devastada. De repente uma alcatéia enorme vem na direção do grupo. O guia, munido com uma AK-47 começa a atirar desesperadamente, mas são muitos e não tem como dar conta de todos. Nisso, dá a entender que todos morreram, mas o guia é resgatado e levado para um acampamento no meio do pântano, esse guia é você, que está deitado em uma cama e ao acordar precisa a todo custo procurar Strelok.

O cuidado utilizado na criação desta versão lançada em 2008 é gritante comparado com a primeira versão de 2007. E vemos claramente que a softhouse começou a apostar no sucesso do jogo a partir daqui. Uma versão bem mais leve, com um visual mais detalhado e missões não tão confusas assim como víamos no primeiro, sem tirar o mérito da versão inicial. O jogo continua bastante adulto e com uma jogabilidade impecável. Nas imagens abaixo, entenda um pouco mais sobre Clear Sky:

STKCS001 STKCS002 STKCS003 STKCS004 STKCS005 STKCS006 STKCS007 STKCS008 STKCS009 STKCS010 STKCS011 STKCS012 STKCS013 STKCS014 STKCS015 STKCS016 STKCS017 STKCS018

STALKER é um jogo exclusivo para o PC que mistura Ação e RPG além de retratar um acontecimento trágico que ocorreu há 27 anos atrás na Ucrânia, na cidade de Chernobil. Na próxima edição, irei mostrar a terceira e última versão, onde finalmente iremos para a cidade fantasma de Pripyat. Até a próxima!

Você não leu a Edição nº 77? Acesse para conhecer: STALKER – A Trilogia de um Desastre Parte 1.

O Blog MarvoxBrasil completa 4 anos em maio. Você consegue encontrar o Blog MarvoxBrasil no Facebook, no Twitter e assista também aos vídeos do Canal MarvoxBrasil, no Youtube com detonados de jogos retrôs e muitos outros conteúdos.

Sobre Marvox

Formado em Comunicação Social: Propaganda e Marketing, fundador e autor do Blog MarvoxBrasil. Criador da série Start Again no Youtube. Desde 2015 faz parte da equipe do Canal Jornada Gamer. Minha maior paixão, saber que consigo ajudar pessoas a terminar mais jogos. Essa conquista não tem preço!

Publicado em 7 de maio de 2013, em Análises, Especiais, PC e marcado como , , , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 6 Comentários.

  1. +Dilson Bezerra – Em uma pesquisa que fiz para conseguir responder à você, cheguei a ver alguns materiais em português e a maioria começa a jogar e, por algum motivo não continua. Um ótimo lugar para conseguir detonados bem explicados é no GameFaqs, existem 2 guias passo a passo feitos em 2008, com certeza em qualquer um deles você conseguirá finalizar o Clear Sky. http://www.gamefaqs.com/pc/942067-stalker-clear-sky/faqs
    Valeu por comentar!

    Curtir

  2. onde consigo o detonado do stalker clear sky? por favor.

    Curtir

  3. Agora fiquei com vontade de correr atrás do filme. Obrigado pela dica e por comentar!

    Curtir

  4. Só dois detalhes: cronologicamenta clear sky é anterior a shadow of shernobyl. Outra coisa que influênciou esta série foi o filme cult de Andrey Tarksovsky de mesmo nome: STALKER, que retrata uma zona isolada pelo poder militar, com anomalias e perigos. ótimo filme, apesar de ter uma poroposta bem mais filosofica.

    Curtir

  5. Valeu igor, taí um jogo que vale a pena se aventurar.

    Curtir

  6. Uau Marvox muito bom…

    Curtir

Para comentar não é preciso se identificar. Mas, se quiser, pode comentar utilizando seu login do Facebook, Twitter, G+ ou Wordpress. Grande abraço!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: