Exposição História dos Games Em São Paulo – Shopping Tamboré 2012

Em uma área retangular no centro de um piso do Shopping Tamboré, localizado a 37 km da minha residência acontece até o dia 5/2 a Exposição História dos Games. Uma pequena, bonita e sincera cápsula do tempo que mostra e explica um pouco como tudo começou lá atrás, em 1949 quando Raulph Baer idealizou uma televisão interativa com jogos. Nesta exposição o foco principal são claro, os games, até porque em 1949 não existia vídeogame, o que existiu foi um jogo que deu idéia para futuras criações. Depois surgiu o Pong criado(ainda em laboratório) em 1958 e que assim evoluiu-se a idéia de tornar o vídeogame um aparelho comercializado para colocarmos dentro das nossas casas ligado na televisão.

Nessa primeira quest de 2012, contei com a companhia mega especial da Ritinha. Redatora do site VG&Etc, Fórum Retrogames Brasil e que busca de forma insaciável a cultura gamer brasileira. Ao chegarmos lá no Shopping Tamboré, um lugar muito agradável por sinal, tentamos no primeiro momento procurar o evento. Não tínhamos idéia de como seria o tamanho ou se haveria alguma entrada cheia de detalhes e chamativa para sinalizar o lugar. O que vimos foram placas que anunciavam a existência do evento espetadas nos jardins do interior do Shopping. Foi aí que ao dobrarmos uma esquina de lojas, vimos um local ao longe e nos perguntamos “será que é aquilo?”. E era! Um espaço super confortável, cheio de bancos, puffes, televisores de LCD de várias polegadas e claro, videogames dentro de móveis de vidro. Tudo muito organizado, quem fez está de parabéns porque mesmo com um espaço limitado não havia motivos para dar trombadas no público.

Logo que chegamos eu fiquei hipnotizado quando ví o jogo Alex Kidd em uma TV de 46 polegadas. Dentro do móvel, o próprio Master System II, preto e vermelho. Peguei o controle na mão, me acomodei e fiquei alí mesmo jogando. Daí resolví querer terminar o jogo. E fui passando das fases e a Ritinha do meu lado assistindo, enquanto tirava algumas fotos do evento. Chegou uma hora que eu precisava apertar o Pause, porque para quem não sabe, o Pause do Master System fica no próprio videogame ao lado do botão Reset, não tinha o botão no controle. Foi aí que a Ritinha chegou e foi pedir para um rapaz da equipe de apoio do evento abrir o tampão de vidro para que eu conseguisse fazer o que eu queria. Eu sei, que o rapaz, mostrando-se ter muita vontade, abriu o tampão por 4 vezes. Segundo a Ritinha, durou cerca de 1 hora para zerar o Alex Kidd in Miracle World.

Disponíveis no evento vímos, Magnavox Odyssey, Atari 2600, NES, Master System II, Super Nintendo, Mega Drive, PS1, Nintendo 64, Dreamcast, PS2 e Nintendo Wii. Ainda atrás dos televisores do lado de fora daquele retângulo que acontecia a Exposição, existe uma linha do tempo fantástica dando a sensação de ser uma árvore genealógica dos games. Quando se trata de games, sinceramente eu gosto de eventos de todos os tipos e tamanhos. Mas este foi o evento do tamanho certo, sem exageros de luzes, músicas ensurdecedoras e áreas gigantescas que mais cansa quem visita do que permite apreciar tudo. A situação era: você estava jogando Master System, dava quatro passos já passava para o Nintendo 64, dava mais quatro passos e jogava Atari 2600. Uma pena que não deu para tirar mais fotos porque fomos num Domingo e o evento fechou mais cedo pelo horário de funcionamento do Shopping.

Aconselho quem puder, vá conferir esse evento, quem vir de São Paulo só vai pagar um pedágio básico antes de chegar em Tamboré de R$3,20 e mais o estacionamento do Shopping que achei um preço legal, R$5,00 e ficamos cerca de 3 horas lá. Só um spoiler para quem ficar perdido no Shopping, é só perguntar onde fica o Cinemark, o evento está em frente e o melhor. É grátis!

Em uma visão geral vímos Crianças, Adolescentes e Adultos, soltando frases do tipo:

  • “nossa eu tinha um Master System”. Um rapaz que aparentava ter uns 40 anos com seu filho que não devia ter mais que 7 anos.
  • “meu avô tinha um Master System”. Outra frase que nos pegou de surpresa.
  • “nooossa Mario World, esse a gente jogava na praia”. Um grupo de amigas.

Só uma Dica: Sempre nesses eventos encontramos os consoles mais populares. Seria interessante também, por parte dos organizadores, buscar um meio de colocar por exemplo: um Neo-Geo para o pessoal jogar ou o 3DO, fazer uma parceria com algum colecionador brasileiro que tenha esses consoles e queira participar. Tem situações que seriam impagáveis ver de perto. E que mais eventos de games apareçam no decorrer de 2012.

Confiram a “árvore genealógica” disponível no evento, muito legal:

Sobre Marvox

Formado em Comunicação Social: Propaganda e Marketing, fundador e autor do Blog MarvoxBrasil. Criador da série Start Again no Youtube. Desde 2015 faz parte da equipe do Canal Jornada Gamer. Minha maior paixão, saber que consigo ajudar pessoas a terminar mais jogos. Essa conquista não tem preço!

Publicado em 30 de janeiro de 2012, em Coberturas e marcado como , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. 10 Comentários.

  1. Você sabe qual empresa que fez esse evento?

    Curtir

  2. Pois é, isso é o mais difícil de descobrir, para onde vão essas exposições depois que acaba. O jeito é ficarmos antenados para outras que virão por aí! Valeu pelo comentário, um grande abraço!

    Curtir

  3. Cara, eu fiquei sabendo dessa exposição através de um post seu, mas não consegui me programar pra ir, mesmo o Shop Tamboré sendo um lugar de fácil acesso pra mim. Pelo visto perdi uma exposição e tanto.
    Eu adoro ouvir esse tipo de coisa que vcs ouviram, aconteceu comigo durante a Game On, adorei escutar uma mãe explicando pro filho que Atari também é um videogame, só que é mais antigo e tudo mais. E adorei também ver um cara jogando Ridge Racer no PSOne e mexendo o controle para os lados enquanto tentava fazer a curva, fazia muito tempo que não via isso!
    Que pena que já acabou a expo. Será que foi para algum lugar agora?
    Muito bacana o post!

    Curtir

  4. Verdade, agora a próxima parada é na Game World 2012 no final de março, quero ver você lá hein!

    Curtir

  5. Cara, como assim você foi? hahaha Eu tava lá também, só acho que não bateu de irmos no mesmo dia. Eu fiquei hipnotizado pelo Frogger, cara é o jogo mais simples que eu já vi (exceto pelo Pong, claro haha) e ainda assim consegue prender nossa atenção por horas!

    Eu curti a exposição, acho que precisamos de mais eventos assim!😀
    Ótima matéria, parceiro!

    Curtir

  6. Eventos assim são ótimos e agradam todos os públicos. E nesse formato é ainda melhor, no meio do shopping, gratuito e disponível para quem quiser jogar.

    Ótima cobertura Marvox.

    Curtir

  7. Com certeza é legal. Espero que apareçam ainda nesse semestre mais eventos de games. Assim que descobrir mais divulgo no Agenda Gamer. Valeu pelo comentário.

    Curtir

  8. Existem eventos(seria bom se fossem todos) poderiam muito bem rodar o Brasil. Agora o por que que gostam de centralizar em uma região só, isso ainda não consigo entender sendo que Tanto no Rio Grande do Sul quanto no Amazonas existem gamers aos montes. Quem sabe isso não começará a mudar? Vamos esperar para ver! Valeu pelo comnentário, acompanhe sempre o Blog.

    Curtir

  9. Legal d+!

    Curtir

  10. rezo para um dia esse evento chegar aqui na minha cidade

    Curtir

Para comentar não é preciso se identificar. Mas, se quiser, pode comentar utilizando seu login do Facebook, Twitter, G+ ou Wordpress. Grande abraço!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: