Ed.Nº 15 – Os Videogames, Parte 7: A Microsoft Chegou

Com a chegada do novo milênio e o primeiro ano do novo século, a indústria dos videogames estaria em frenética mudança. Novos hardwares estavam sendo fabricados, os games com nova arquitetura e a jogabilidade com novas funções. Aqueles que conseguiram sobreviver com a virada do milênio tendiam à crescer de maneira estrondosa. E o que se passou desde o primeiro contato do ser-humano com os videogames virou história de uma época clássica e que alimenta a curiosidade de jovens e adultos para saber mais à cada momento. Clássicos e Modernos caminhariam juntos em uma nova Era de games e aparelhos.

Novo Século, Novos Entrantes.

Até o chegado ano de 2001, o Mundo conheceu uma avalanche de videogames e jogos inesquecíveis. A guerra entre Nintendo e SEGA na década de 80 e 90 não existe mais, agora que a SEGA saiu do ramo de hardwares e partiu para um novo horizonte, de produções de jogos para todos os videogames. Situações malucas como ver um jogo do Sonic para Nintendo ou Sony e não ser pirataria seria algo comum entre os gamers.
O Playstation 2 estava vendendo muito bem, o Nintendo 64 já estava sendo jogado para escanteio e mais um anúncio inesperado que iria acirrar ainda mais essa competição de melhor produtora de videogame e games da história e até do novo milênio.
A gigante dos computadores e mantenedora do sistema Windows, a Microsoft decide participar dessa fatia do bolo virtual. A empresa de Bill Gates chega com tudo para o lançamento do seu primeiro videogame e assim abrindo um novo leque de consumidores.
O X-BOX é o primeiro videogame da Microsoft, aparelho que muitos consumidores deram como uma versão menos complicada de um computador. Porém com a mesma potência de um computador moderno. Assim com a SEGA fora de campo e reduzida apenas para a produção de games, uma nova guerra inicia-se: Nintendo desde 1985, Sony desde 1994 e a novata neste ramo, Microsoft com sua primeira entrada em 2001.
O século 21 começou e agora resta-nos ser os espectadores dessa gigantesca batalha. Façam suas apostas ou melhor, aproveitem para jogar todos os games que as três empresas lançarem porque os gamers se deram muito bem.

O X da Microsoft

A sexta geração de videogames continua com a entrada da Microsoft no ramo dos videogames e seu primeiro lançamento o Xbox.
O Xbox é quadrado na cor preto. No design do aparelho um X que cobria todos os cantos da carcaça e um círculo verde escrito XBOX em branco.
O XBOX dá a possibilidade da conexão de quatro controles. Os botões Open(maior) e Power(menor) são na cor cinza e na forma de círculo.
O Controle tinham dois modelos. Duke era um modelo maior e lembrava muito os controles para computador SideWinder. No controle temos dois direcionais analógico, um direcional digital, botões de Start e Select e os botões de ação A/B/X/Y todos coloridos e mais dois botões um preto e outro branco. Este controle foi vendido em todos os países exceto no Japão. Que por sua vez recebeu o modelo S, porque é pequeno e mais leve, ideal para o Japão já que ninguém tinha gostado do modelo Duke.
Os jogos para XBOX utilizavam a mídia DVD e CD. Para os DVD também permitia-se rodar filmes e por essa razão um controle remoto foi lançado posteriormente.
Dentro do XBOX existia um sistema operacional, Windows 2000 altamente modificado e ao acessar a internet conseguia-se acessar o Windows XP.
O XBOX podia conectar-se à internet e navegar em um servidor próprio conhecido como Xbox Live, ou para facilitar, apenas Live.
A melhor parte está por vir, o primeiro videogame da Sony se apresentou para o público com uma novidade que Dreamcast e Playstation 2 não tinham, um HD de 8a 10 gigas de capacidade. Downloads de jogos e o armazenamento desses jogos no videogame seria uma realidade única. Aqui está a prova de que a partir daí, os videogames teriam uma proximidade com os computadores. E claro, os memory cards de 8MB.
E assim fez sucesso também com a conexão de 100Mbit Ethernet, bem mais rápido que os 56K do Dreamcast, o que tornou o Xbox um videogame de vencedor para partidas multiplayer, ou seja, jogador contra jogador, sem chamá-lo para a sua casa.

Halo é a primeira opção no Xbox.

A Nintendo tem Mário, a Sony partiu para Resident Evil e Grand Theft Auto(GTA), a Microsoft pensou em um game que faria a cabeça dos donos de Xbox, o game Halo.
Halo é uma experiência única de jogabilidade em primeira pessoa e o lado triunfal é a possibilidade de partidas utilizando o portal da internet XboxLive para juntar vários jogadores.
Em seguida veio a continuação Halo 2 que foi o maior sucesso de vendas do videogame Xbox.

Playstation 2 e a Sony firme na guerra de mercado.

O Playstation 2 veio em 2000 mas tinha fôlego suficiente para aguentar a virada do século e mais alguns anos. A Sony e a Microsoft com sua primeira tentativa no mercado de games resultaram em uma guerra troncuda que custou milhares de dólares.
O Playstation tinha uma carta na manga que era sempre um requinte do aparelho, a exclusividade do game Grand Theft Auto que na versão San Andreas foi o jogo que melhor vendeu para o videogame e impulsionou as vendas do segundo modelo da Sony no mercado. Realmente em comparação o Playstation 2 e o Xbox eram rasas, uma vez que o videogame da Microsoft veio um ano depois.
Mas com certeza essa sexta geração de videogames trouxe situações de destaque em textos da imprensa dos principais países.

No Clube Live piratas não entram

A Microsoft pesquisou profundamente o mercado de games e aparelhos e assim travou uma guerra lucrativa com a pirataria mundial.
Para um dono de Xbox poder jogar os games pela internet, este dono deveria ter o jogo original. Se por algum acaso o jogo for pirata, este usuário será banido para sempre da Live. E assim destravar o Xbox é uma tarefa impossível e desnecessária. Pois o principal objetivo do videogame da Microsoft é a facilidade para jogar um contra o outro pela internet.
Em contrapartida o Playstation 2 vendia como água já que a pirataria conseguiu destravar o aparelho para aceitar cópias piratas dos jogos em DVD.

Na próxima edição, continuaremos com a sexta geração dos videogames. Aguardem!

Sobre Marvox

Formado em Comunicação Social: Propaganda e Marketing, fundador e autor do Blog MarvoxBrasil. Criador da série Start Again no Youtube. Desde 2015 faz parte da equipe do Canal Jornada Gamer. Minha maior paixão, saber que consigo ajudar pessoas a terminar mais jogos. Essa conquista não tem preço!

Publicado em 5 de agosto de 2009, em Especiais e marcado como , , , , , , , , , , . Adicione o link aos favoritos. Deixe um comentário.

Para comentar não é preciso se identificar. Mas, se quiser, pode comentar utilizando seu login do Facebook, Twitter, G+ ou Wordpress. Grande abraço!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: